Momento Agro

05 mar 17 | 19h12 Por Rádio Aliança

Coreia do Sul autoriza missão para inspecionar frigoríficos em Santa Catarina

Visita da comitiva asiática é a última etapa antes das importações de carne suína para aquele país.

Coreia do Sul autoriza missão para inspecionar frigoríficos em Santa Catarina
Imprimir

A Coreia do Sul deu mais um passo no processo de liberação da importação de carne suína de Santa Catarina, depois da missão liderada pelo governador Raimundo Colombo ao país em julho de 2016.

Graças aos contatos frequentes do embaixador do Brasil na Coreia, Luiz Fernando Serra, que acompanhou a visita no ano passado, o Ministério da Agricultura, Alimentos e Assuntos Rurais informou que abriu consulta pública da minuta de requisitos sanitários negociados com o Brasil para a abertura do mercado coreano à carne suína de Santa Catarina. Caso não tenha nenhum obstáculo, os requisitos serão promulgados oficialmente na Coreia, finalizando assim a sétima das oito etapas do processo de abertura.

O governador Raimundo Colombo comemorou a medida sul-coreana e lembrou que a oitava etapa prevê as inspeções “in loco” dos frigoríficos pelos técnicos da Agência de Quarentena Animal e de Plantas (QIA) para a habilitação das empresas para exportarem para a Coreia do Sul. “Estamos vibrando porque definitivamente a Coreia do Sul agora autorizou a missão de reconhecimento para SC poder exportar a carne suína para o país, que é um dos maiores importadores do mundo”, afirmou. “Os nossos frigoríficos estão habilitados para atender os sul-coreanos porque já exportam carne suína para o Japão e outros mercados", completou.

(Fonte: Governo do Estado).

05 mar 17 | 19h12 Por Rádio Aliança

Coreia do Sul autoriza missão para inspecionar frigoríficos em Santa Catarina

Visita da comitiva asiática é a última etapa antes das importações de carne suína para aquele país.

Coreia do Sul autoriza missão para inspecionar frigoríficos em Santa Catarina

A Coreia do Sul deu mais um passo no processo de liberação da importação de carne suína de Santa Catarina, depois da missão liderada pelo governador Raimundo Colombo ao país em julho de 2016.

Graças aos contatos frequentes do embaixador do Brasil na Coreia, Luiz Fernando Serra, que acompanhou a visita no ano passado, o Ministério da Agricultura, Alimentos e Assuntos Rurais informou que abriu consulta pública da minuta de requisitos sanitários negociados com o Brasil para a abertura do mercado coreano à carne suína de Santa Catarina. Caso não tenha nenhum obstáculo, os requisitos serão promulgados oficialmente na Coreia, finalizando assim a sétima das oito etapas do processo de abertura.

O governador Raimundo Colombo comemorou a medida sul-coreana e lembrou que a oitava etapa prevê as inspeções “in loco” dos frigoríficos pelos técnicos da Agência de Quarentena Animal e de Plantas (QIA) para a habilitação das empresas para exportarem para a Coreia do Sul. “Estamos vibrando porque definitivamente a Coreia do Sul agora autorizou a missão de reconhecimento para SC poder exportar a carne suína para o país, que é um dos maiores importadores do mundo”, afirmou. “Os nossos frigoríficos estão habilitados para atender os sul-coreanos porque já exportam carne suína para o Japão e outros mercados", completou.

(Fonte: Governo do Estado).