Região

25 jun 21 | 14h09 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Presidente Castello Branco suspende aulas e adota medidas em função de casos de Covid

Um novo decreto foi publicado nesta semana e prevê novas restrições. Município tem mais de 30 casos confirmados

Prefeitura de Presidente Castello Branco suspende aulas e adota medidas em função de casos de Covid
Imprimir

O prefeito de Presidente Castello Branco, Tarcilio Secco, assinou um novo decreto nesta semana, impondo novas restrições no município para o enfrentamento da Covid-19. A medida foi tomada em função do aumento de casos positivados. As aulas presenciais estão suspensas por pelo menos 15 dias, nas escolas da rede municipal e estadual.

 

O documento também proíbe a prática esportiva de recreação, incluindo sinuca, baralho, bocha, futebol e outros, em locais públicos ou privados. Também estão proibidos os eventos sociais, públicos e particulares, como confraternizações, jantares, festas infantis, batizados, casamentos, comemorações de aniversário e demais atividades do gênero.

 

Os bares e restaurantes devem fechar às 21h e só podem reabrir às 06h. Todos estão proibidos de oferecer música ao vivo e devem manter o distanciamento entre as mesas, além de oferecer álcool em gel. O decreto também reforça que pessoas positivadas não podem circular pela cidade e devem ficar em isolamento. Moradores que têm mais de 60 anos só devem sair de casa se for necessário e todos no município devem fazer o uso de máscaras. Qualquer tipo de aglomeração também está proibida.

                                                                            

Em entrevista ao Jornalismo da Aliança FM o prefeito Tarcilio Secco destacou que foi necessário tomar medidas urgentes, já que desde o início da pandemia, este é o pior momento para o município. “Temos 32 pessoas positivadas e cinco internadas. Nas escolas, 16 alunos da rede municipal, três da estadual e seis professores estão em isolamento. Também nos preocupa os casos confirmados no interior”, detalhou. “O município ainda não tinha registrado tantos casos, então nos reunimos com o Comitê de Enfrentamento e decidimos tomar essa decisão para diminuir a circulação do vírus”, explicou.

 

O decreto tem validade por 30 dias, mas em 15 o Comitê fará nova avaliação e se constatar que o número de casos diminui, as atividades nas escolas poderão ser retomadas e algumas regras poderão ser flexibilizadas.

 

A fiscalização das medidas vai ficar a cargo da Vigilância Sanitária, Epidemiológica e Defesa Civil. Em casos de descumprimento, os órgãos poderão aplicar punições.

25 jun 21 | 14h09 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Presidente Castello Branco suspende aulas e adota medidas em função de casos de Covid

Um novo decreto foi publicado nesta semana e prevê novas restrições. Município tem mais de 30 casos confirmados

Prefeitura de Presidente Castello Branco suspende aulas e adota medidas em função de casos de Covid

O prefeito de Presidente Castello Branco, Tarcilio Secco, assinou um novo decreto nesta semana, impondo novas restrições no município para o enfrentamento da Covid-19. A medida foi tomada em função do aumento de casos positivados. As aulas presenciais estão suspensas por pelo menos 15 dias, nas escolas da rede municipal e estadual.

 

O documento também proíbe a prática esportiva de recreação, incluindo sinuca, baralho, bocha, futebol e outros, em locais públicos ou privados. Também estão proibidos os eventos sociais, públicos e particulares, como confraternizações, jantares, festas infantis, batizados, casamentos, comemorações de aniversário e demais atividades do gênero.

 

Os bares e restaurantes devem fechar às 21h e só podem reabrir às 06h. Todos estão proibidos de oferecer música ao vivo e devem manter o distanciamento entre as mesas, além de oferecer álcool em gel. O decreto também reforça que pessoas positivadas não podem circular pela cidade e devem ficar em isolamento. Moradores que têm mais de 60 anos só devem sair de casa se for necessário e todos no município devem fazer o uso de máscaras. Qualquer tipo de aglomeração também está proibida.

                                                                            

Em entrevista ao Jornalismo da Aliança FM o prefeito Tarcilio Secco destacou que foi necessário tomar medidas urgentes, já que desde o início da pandemia, este é o pior momento para o município. “Temos 32 pessoas positivadas e cinco internadas. Nas escolas, 16 alunos da rede municipal, três da estadual e seis professores estão em isolamento. Também nos preocupa os casos confirmados no interior”, detalhou. “O município ainda não tinha registrado tantos casos, então nos reunimos com o Comitê de Enfrentamento e decidimos tomar essa decisão para diminuir a circulação do vírus”, explicou.

 

O decreto tem validade por 30 dias, mas em 15 o Comitê fará nova avaliação e se constatar que o número de casos diminui, as atividades nas escolas poderão ser retomadas e algumas regras poderão ser flexibilizadas.

 

A fiscalização das medidas vai ficar a cargo da Vigilância Sanitária, Epidemiológica e Defesa Civil. Em casos de descumprimento, os órgãos poderão aplicar punições.