Região

20 mai 22 | 19h20 Por Jocimar Soares

Alto Bela Vista e Piratuba também passam a ser cidades consideradas epidêmicas para dengue

Informação consta no boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, a Dive, nesta sexta-feira

Alto Bela Vista e Piratuba também passam a ser cidades consideradas epidêmicas para dengue
Imprimir

Mais dois municípios do Alto Uruguai de Santa Catarina passaram a ser considerados como epidêmicos para a dengue. A informação é do boletim semanal da Diretoria de Vigilânicia Epidemiológica de Santa Catarina, Dive, publicado nesta sexta-feira, dia 20. De acordo com o órgão, Piratuba e Alto Bela Vista passaram a engrossar a lista. Além deles, já estavam nessa condição de epidemia Itá, Seara, Concórdia, Peritiba, Xavantina e Ipumirim. Com isso, são oito cidades da microrregião que são consideradas epidêmicas. Em todo o estado, são 59.


De acordo com a Dive, a caracterização de epidemia ocorre pela relação entre o número de casos confirmados e de habitantes. Conforme a Organização Mundial da Saúde, o nível de transmissão epidênico ocorre numa taxa de incidência de 300 casos por 100 mil habitantes. Com isso, um município pequeno pode vir a ser epidêmico com baixo com poucas pessoas contaminadas.


Ainda conforme a Dive, dois óbitos estão em investigação na Amauc, sendo uma mulher de 88 anos de Concórdia e um homem de 66 anos, de Seara. 


Por fim, a Amauc acumula dois óbitos neste ano, ambos em Itá, sendo um idoso de 72 anos e uma mulher de 39.


20 mai 22 | 19h20 Por Jocimar Soares

Alto Bela Vista e Piratuba também passam a ser cidades consideradas epidêmicas para dengue

Informação consta no boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, a Dive, nesta sexta-feira

Alto Bela Vista e Piratuba também passam a ser cidades consideradas epidêmicas para dengue

Mais dois municípios do Alto Uruguai de Santa Catarina passaram a ser considerados como epidêmicos para a dengue. A informação é do boletim semanal da Diretoria de Vigilânicia Epidemiológica de Santa Catarina, Dive, publicado nesta sexta-feira, dia 20. De acordo com o órgão, Piratuba e Alto Bela Vista passaram a engrossar a lista. Além deles, já estavam nessa condição de epidemia Itá, Seara, Concórdia, Peritiba, Xavantina e Ipumirim. Com isso, são oito cidades da microrregião que são consideradas epidêmicas. Em todo o estado, são 59.


De acordo com a Dive, a caracterização de epidemia ocorre pela relação entre o número de casos confirmados e de habitantes. Conforme a Organização Mundial da Saúde, o nível de transmissão epidênico ocorre numa taxa de incidência de 300 casos por 100 mil habitantes. Com isso, um município pequeno pode vir a ser epidêmico com baixo com poucas pessoas contaminadas.


Ainda conforme a Dive, dois óbitos estão em investigação na Amauc, sendo uma mulher de 88 anos de Concórdia e um homem de 66 anos, de Seara. 


Por fim, a Amauc acumula dois óbitos neste ano, ambos em Itá, sendo um idoso de 72 anos e uma mulher de 39.