Política

08 out | 14h20 Por Rádio Aliança

Vereadores pedem a contratação de mais exames laboratoriais

Filas para coleta no laboratório do Hospital São Francisco tem chamado a atenção

Vereadores pedem a contratação de mais exames laboratoriais
Imprimir

Depois de duas semanas sem sessões, os vereadores de Concórdia voltaram a se reunir nesta segunda-feira, 8 de outubro. O líder da bancada do PT, André Rizelo, fez uma indicação para que a Administração Municipal amplie a contratação de exames laboratoriais.

 

Rizelo destaca que atualmente existe um convênio com o Hospital São Francisco para a coleta de material para exames, mas a demanda está muito grande. “No nosso quadro de servidores temos dois bioquímicos que estão fazendo entregas de medicamentos, isso por decisão do governo municipal que fechou o laboratório. Pedimos uma solução o mais rápido possível”.

 

Closmar Zagonel (MDB) sugere que o Município descentralize os serviços. “É preciso que haja um entendimento com a prefeitura e com os laboratórios. Se tiver coleta nos distritos e voltar o atendimentosnos nos principais bairros, acredito que vamos conseguir resolver esse problema”, pontua.

 

Evandro Pegoraro (PT) comenta que outra dificuldade é o fato de atendimento ser apenas durante a manhã e a demanda ser muito grande. “Sugiro que se faça um estudo para ampliar a quota ou contratar mais laboratórios. Se for deixar para o ano que vem são mais três meses e as pessoas precisam dos exames agora”, afirma.

 

 

08 out | 14h20 Por Rádio Aliança

Vereadores pedem a contratação de mais exames laboratoriais

Filas para coleta no laboratório do Hospital São Francisco tem chamado a atenção

Vereadores pedem a contratação de mais exames laboratoriais

Depois de duas semanas sem sessões, os vereadores de Concórdia voltaram a se reunir nesta segunda-feira, 8 de outubro. O líder da bancada do PT, André Rizelo, fez uma indicação para que a Administração Municipal amplie a contratação de exames laboratoriais.

 

Rizelo destaca que atualmente existe um convênio com o Hospital São Francisco para a coleta de material para exames, mas a demanda está muito grande. “No nosso quadro de servidores temos dois bioquímicos que estão fazendo entregas de medicamentos, isso por decisão do governo municipal que fechou o laboratório. Pedimos uma solução o mais rápido possível”.

 

Closmar Zagonel (MDB) sugere que o Município descentralize os serviços. “É preciso que haja um entendimento com a prefeitura e com os laboratórios. Se tiver coleta nos distritos e voltar o atendimentosnos nos principais bairros, acredito que vamos conseguir resolver esse problema”, pontua.

 

Evandro Pegoraro (PT) comenta que outra dificuldade é o fato de atendimento ser apenas durante a manhã e a demanda ser muito grande. “Sugiro que se faça um estudo para ampliar a quota ou contratar mais laboratórios. Se for deixar para o ano que vem são mais três meses e as pessoas precisam dos exames agora”, afirma.