Polícia

19 nov 19 | 6h00 Por Jocimar Soares

Júri Popular por assassinato no interior de Lindóia do Sul será realizado nesta terça

No banco dos réus estará Emerson Lodi, acusado de matar Lírio Salvinski, na Linha Sertãozinho.

Júri Popular por assassinato no interior de Lindóia do Sul será realizado nesta terça
Imprimir

Acontece nesta terça-feira, dia 9, o júri popular de acusado de homicídio, ocorrido em 2013, no município de Lindóia do Sul. A Sessão inicia às 9h no Fórum da Comarca de Ipumirim e no banco dos réus estará Emerson Lodi, apontado como responsável pela morte de Lírio Salvinski.


A Sessão será presidida pela juíza Letícia Bodanese Rodegheri; na acusação estará o promotor Lucas dos Santos Machado; na defesa, o advogado Osmar Colpani.


Conforme os autos do processo, o crime aconteceu no dia 9 de outubro de 2013 na Linha Sertãozinho, interior de Lindóia do Sul. A vítima, Lírio Salvinski, foi encontrada com perfurações no tórax, provocadas por disparo de arma de fogo efetuado por Emerson Lodi. Os dois teriam iniciado uma discussão por divisa de terra, quando houve o crime.


19 nov 19 | 6h00 Por Jocimar Soares

Júri Popular por assassinato no interior de Lindóia do Sul será realizado nesta terça

No banco dos réus estará Emerson Lodi, acusado de matar Lírio Salvinski, na Linha Sertãozinho.

Júri Popular por assassinato no interior de Lindóia do Sul será realizado nesta terça

Acontece nesta terça-feira, dia 9, o júri popular de acusado de homicídio, ocorrido em 2013, no município de Lindóia do Sul. A Sessão inicia às 9h no Fórum da Comarca de Ipumirim e no banco dos réus estará Emerson Lodi, apontado como responsável pela morte de Lírio Salvinski.


A Sessão será presidida pela juíza Letícia Bodanese Rodegheri; na acusação estará o promotor Lucas dos Santos Machado; na defesa, o advogado Osmar Colpani.


Conforme os autos do processo, o crime aconteceu no dia 9 de outubro de 2013 na Linha Sertãozinho, interior de Lindóia do Sul. A vítima, Lírio Salvinski, foi encontrada com perfurações no tórax, provocadas por disparo de arma de fogo efetuado por Emerson Lodi. Os dois teriam iniciado uma discussão por divisa de terra, quando houve o crime.