Plantão

22 set 21 | 10h23 Por Jocimar Soares

Colisão deixa quatro mortos na BR 153 em Água Doce

Acidente entre veículo de passeio e caminhão aconteceu na manhã desta quarta-feira, dia 22

Colisão deixa quatro mortos na BR 153 em Água Doce
Imprimir

Quatro pessoas morreram em uma colisão frontal entre um carro e uma carreta na manhã desta quarta-feira (22) na BR-153, em Água Doce. Bombeiros foram acionados por volta das 7h20min para a atender o acidente nas proximidades do Posto de Fiscalização da Cidasc, sentido Paraná.


No local, os socorristas constataram que o Fiat/Siena, placas MGC-5B32 de São José dos Pinhais/PR, estava tombado fora da pista, pois foi arremessado com a força do impacto. Todos os ocupantes, dois homens, 16 e 40 anos, uma mulher, aproximadamente 50 anos e um bebê de aproximadamente dois anos, estavam com ausência dos sinais vitais. O condutor da carreta de Panambi/RS saiu ileso.


Os corpos foram desencarcerados das ferragens e entregues ao IGP para serem encaminhados para necropsia.


A Polícia Rodoviária Federal foi acionada, colheu informações que podem apontar a causa do acidente.


(Fonte: Caco da Rosa)

22 set 21 | 10h23 Por Jocimar Soares

Colisão deixa quatro mortos na BR 153 em Água Doce

Acidente entre veículo de passeio e caminhão aconteceu na manhã desta quarta-feira, dia 22

Colisão deixa quatro mortos na BR 153 em Água Doce

Quatro pessoas morreram em uma colisão frontal entre um carro e uma carreta na manhã desta quarta-feira (22) na BR-153, em Água Doce. Bombeiros foram acionados por volta das 7h20min para a atender o acidente nas proximidades do Posto de Fiscalização da Cidasc, sentido Paraná.


No local, os socorristas constataram que o Fiat/Siena, placas MGC-5B32 de São José dos Pinhais/PR, estava tombado fora da pista, pois foi arremessado com a força do impacto. Todos os ocupantes, dois homens, 16 e 40 anos, uma mulher, aproximadamente 50 anos e um bebê de aproximadamente dois anos, estavam com ausência dos sinais vitais. O condutor da carreta de Panambi/RS saiu ileso.


Os corpos foram desencarcerados das ferragens e entregues ao IGP para serem encaminhados para necropsia.


A Polícia Rodoviária Federal foi acionada, colheu informações que podem apontar a causa do acidente.


(Fonte: Caco da Rosa)