Agronegócio

25 nov 21 | 9h28 Por Jocimar Soares

Unidade da BRF de Campos Novos é habilitada para exportar para a Rússia

Além dessa, outras três plantas da companhia pelo país também passaram a ter essa autorização

Unidade da BRF de Campos Novos é habilitada para exportar para a Rússia
Imprimir

A BRF retomou quatro habilitações para exportar seus produtos à Rússia a partir das unidades de Lucas do Rio Verde (MT), Campos Novos (SC), Lajeado (RS) e Rio Verde (GO). A Companhia irá comercializar diversos cortes de suínos, prioritariamente pernil, lombo, paleta e sobrepaleta, com possibilidade de exportar também barriga e carcaça, a depender da demanda local. 


“A retomada da nossa atuação na Rússia, um dos maiores mercados consumidores de suínos, confirma a confiança deste país na qualidade de nossos produtos”, salienta Grazielle Parenti, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BRF. 


Além de aumentar sua presença internacional com participação e relevância em alguns dos maiores centros consumidores do mundo, a BRF avança ainda no segmento de suínos de alto valor agregado, que oferece grande potencial para quintuplicar seu tamanho no Brasil e é mais um foco de atuação da Companhia apresentado na estratégia de crescimento Visão 2030.


As quatro plantas habilitadas produzem cortes como pernil, lombo, paleta e sobrepaleta, barriga, costela e miúdos, sendo que a unidade de Lajeado é a única no momento que também produz carcaça suína.  


(Fonte: Ascom/BRF)


25 nov 21 | 9h28 Por Jocimar Soares

Unidade da BRF de Campos Novos é habilitada para exportar para a Rússia

Além dessa, outras três plantas da companhia pelo país também passaram a ter essa autorização

Unidade da BRF de Campos Novos é habilitada para exportar para a Rússia

A BRF retomou quatro habilitações para exportar seus produtos à Rússia a partir das unidades de Lucas do Rio Verde (MT), Campos Novos (SC), Lajeado (RS) e Rio Verde (GO). A Companhia irá comercializar diversos cortes de suínos, prioritariamente pernil, lombo, paleta e sobrepaleta, com possibilidade de exportar também barriga e carcaça, a depender da demanda local. 


“A retomada da nossa atuação na Rússia, um dos maiores mercados consumidores de suínos, confirma a confiança deste país na qualidade de nossos produtos”, salienta Grazielle Parenti, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BRF. 


Além de aumentar sua presença internacional com participação e relevância em alguns dos maiores centros consumidores do mundo, a BRF avança ainda no segmento de suínos de alto valor agregado, que oferece grande potencial para quintuplicar seu tamanho no Brasil e é mais um foco de atuação da Companhia apresentado na estratégia de crescimento Visão 2030.


As quatro plantas habilitadas produzem cortes como pernil, lombo, paleta e sobrepaleta, barriga, costela e miúdos, sendo que a unidade de Lajeado é a única no momento que também produz carcaça suína.  


(Fonte: Ascom/BRF)