Agronegócio

13 dez 21 | 14h17 Por Cristiano Mortari

Associações de agricultores recebem retroescavadeiras em Concórdia

Emenda da deputada federal Caroline De Toni contribuiu para as aquisições

Associações de agricultores recebem retroescavadeiras em Concórdia
Imprimir

A Administração Municipal de Concórdia, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário, realizou na manhã desta segunda-feira 13, a entrega de duas retroescavadeiras para Associações de Moradores e Agricultores.

 

A primeira entrega ocorreu em Terra Vermelha, comunidade mais distante da sede do município, cerca de 35 quilômetros do centro. O local abriga diversos empreendimentos agropecuários, dentre os quais, a Cooper Amauc que hoje ocupa o terceiro lugar no movimento econômico de Concórdia. O presidente da associação, Luiz Carlos Babinski, disse que o equipamento veio em boa hora, pois "a retroescavadeira que atendia as propriedades não tinha mais condições de uso".

 

A segunda máquina foi entregue no Distrito de Santo Antônio. O presidente Maicon Fracasso agradeceu pelo repasse do equipamento que incrementará a frota da associação no atendimento aos agricultores. Além da retro, a prefeitura repassou em definitivo três distribuidores de adubo líquido e uma carreta basculante.

 

O secretário Mauro Martini comentou que entre a licitação e a entrega para o município houve uma demora considerável em função da falta de peças e outros componentes no mercado. Cada retroescavadeira custou R$ 310 mil, sendo que o município recebeu uma emenda da deputada federal, Caroline De Toni, no valor de R$ 477 mil. O restante foi complementado com recursos próprios.

 

O prefeito Rogério Pacheco comentou que o agronegócio contribui com quase 70% do movimento econômico de Concórdia e que a produção agrícola colocou o município, no ano passado, em primeiro lugar no movimento gerado pela produção primária, a partir da emissão pelo bloco do produtor rural.

 

O vice-prefeito Edilson Massocco salientou que além dos equipamentos cedidos, o incremento nas horas máquinas oferecidas pela prefeitura faz com que os produtores otimizem os seus investimentos no campo, agregando ainda mais valor em renda para as famílias produtoras.


Ascom: Prefeitura

13 dez 21 | 14h17 Por Cristiano Mortari

Associações de agricultores recebem retroescavadeiras em Concórdia

Emenda da deputada federal Caroline De Toni contribuiu para as aquisições

Associações de agricultores recebem retroescavadeiras em Concórdia

A Administração Municipal de Concórdia, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário, realizou na manhã desta segunda-feira 13, a entrega de duas retroescavadeiras para Associações de Moradores e Agricultores.

 

A primeira entrega ocorreu em Terra Vermelha, comunidade mais distante da sede do município, cerca de 35 quilômetros do centro. O local abriga diversos empreendimentos agropecuários, dentre os quais, a Cooper Amauc que hoje ocupa o terceiro lugar no movimento econômico de Concórdia. O presidente da associação, Luiz Carlos Babinski, disse que o equipamento veio em boa hora, pois "a retroescavadeira que atendia as propriedades não tinha mais condições de uso".

 

A segunda máquina foi entregue no Distrito de Santo Antônio. O presidente Maicon Fracasso agradeceu pelo repasse do equipamento que incrementará a frota da associação no atendimento aos agricultores. Além da retro, a prefeitura repassou em definitivo três distribuidores de adubo líquido e uma carreta basculante.

 

O secretário Mauro Martini comentou que entre a licitação e a entrega para o município houve uma demora considerável em função da falta de peças e outros componentes no mercado. Cada retroescavadeira custou R$ 310 mil, sendo que o município recebeu uma emenda da deputada federal, Caroline De Toni, no valor de R$ 477 mil. O restante foi complementado com recursos próprios.

 

O prefeito Rogério Pacheco comentou que o agronegócio contribui com quase 70% do movimento econômico de Concórdia e que a produção agrícola colocou o município, no ano passado, em primeiro lugar no movimento gerado pela produção primária, a partir da emissão pelo bloco do produtor rural.

 

O vice-prefeito Edilson Massocco salientou que além dos equipamentos cedidos, o incremento nas horas máquinas oferecidas pela prefeitura faz com que os produtores otimizem os seus investimentos no campo, agregando ainda mais valor em renda para as famílias produtoras.


Ascom: Prefeitura