Geral

11 jun | 6h01 Por Rádio Aliança

Vereador sugere audiência pública para revitalização do calçadão

Principal dúvida é sobre o que irá acontecer com a atual estrutura dos quiosques

Vereador sugere audiência pública para revitalização do calçadão
Imprimir

A revitalização do calçadão da Rua do Comércio e na região do Largo Rio Branco, em Concórdia, ainda vai gerar muito debate. O vereador Edno Gonçalves (PDT) sugere que seja realizada uma audiência pública para apresentar o projeto à população. Segundo o vereador, há muitas dúvidas sobre a obra. “Estamos com algumas dificuldades com relação aos quiosques. Existem concessões e as pessoas estão preocupadas com o que vai ocorrer no local. Não temos um posicionamento do Executivo sobre isso”, afirma.

 

A obra prevê o nivelamento do asfalto com as calçadas, substituição das pedras por lajotas, retirada das árvores, adequação de acessibilidade, realocação da rede elétrica e até a retirada dos atuais quiosques. O assessor de Planejamento, Daniel Faganello, diz que é necessário retirar os quiosques para fazer as melhorias no chão. Segundo ele, existe a possibilidade deles serem recolocados no mesmo local, instalados no Parque de Exposições ou em uma praça e até mesmo uma nova estrutura ser colocada no Largo Rio Branco para substituir os atuais quiosques.

 

O início da revitalização depende da liberação do financiamento pela Caixa Econômica Federal para licitar a obra. A previsão da Prefeitura de Concórdia é investir quase R$ 1,9 milhão. Existe uma expectativa para começar essa obra nos próximos 60 ou 90 dias. O prazo para a execução previsto no projeto é de nove meses.

 

 

 

11 jun | 6h01 Por Rádio Aliança

Vereador sugere audiência pública para revitalização do calçadão

Principal dúvida é sobre o que irá acontecer com a atual estrutura dos quiosques

Vereador sugere audiência pública para revitalização do calçadão

A revitalização do calçadão da Rua do Comércio e na região do Largo Rio Branco, em Concórdia, ainda vai gerar muito debate. O vereador Edno Gonçalves (PDT) sugere que seja realizada uma audiência pública para apresentar o projeto à população. Segundo o vereador, há muitas dúvidas sobre a obra. “Estamos com algumas dificuldades com relação aos quiosques. Existem concessões e as pessoas estão preocupadas com o que vai ocorrer no local. Não temos um posicionamento do Executivo sobre isso”, afirma.

 

A obra prevê o nivelamento do asfalto com as calçadas, substituição das pedras por lajotas, retirada das árvores, adequação de acessibilidade, realocação da rede elétrica e até a retirada dos atuais quiosques. O assessor de Planejamento, Daniel Faganello, diz que é necessário retirar os quiosques para fazer as melhorias no chão. Segundo ele, existe a possibilidade deles serem recolocados no mesmo local, instalados no Parque de Exposições ou em uma praça e até mesmo uma nova estrutura ser colocada no Largo Rio Branco para substituir os atuais quiosques.

 

O início da revitalização depende da liberação do financiamento pela Caixa Econômica Federal para licitar a obra. A previsão da Prefeitura de Concórdia é investir quase R$ 1,9 milhão. Existe uma expectativa para começar essa obra nos próximos 60 ou 90 dias. O prazo para a execução previsto no projeto é de nove meses.