Geral

27 mai 20 | 10h39 Por Analu Slongo

Auxílio-creche da BRF começa a ser pago no mês de julho - OUÇA

Valor do benefício ficará na média de R$ 65,00 e será pago retroativo a 1º de maio

Auxílio-creche da BRF começa a ser pago no mês de julho - OUÇA
Escute
Imprimir


A partir de julho os colaboradores da BRF vão receber o auxílio-creche. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Concórdia e Região (Sintrial), Jair Baller, o benefício faz parte das conquistas da última negociação salarial. O auxílio-creche passou a valer no dia 1º de maio deste ano e será pago retroativo no início do mês de julho. Isso significa que os funcionários receberão o equivalente a duas parcelas.


O valor será de 5% do piso de efetivação da empresa (R$ 1.290,00), em média R$ 65,00. O pagamento será feito após a licença-maternidade ou férias das mães e se estenderá mensalmente até a criança completar dois anos de idade. “Os pais viúvos ou com a guarda judicial do filho e a mãe adotante também terão direito ao auxílio-creche”, informa Jair Baller. Se tiver dois filhos menores de dois anos, por exemplo, receberá dois auxílios.


Além deste benefício, outros como o quinquênio, que valoriza os trabalhadores que possuem mais tempo de empresa, os créditos que somaram no ano R$ 2.185,00 para cada trabalhador(a), aportes e outros, trouxeram ganhos financeiros significativos aos trabalhadores. “Neste ano, por não conseguirmos fazer assembleias com os trabalhadores, realizamos uma negociação nacional e garantimos a manutenção desses benefícios até o término da pandemia”, destaca Baller.


Fonte: ASCOM Sintrial

27 mai 20 | 10h39 Por Analu Slongo

Auxílio-creche da BRF começa a ser pago no mês de julho - OUÇA

Valor do benefício ficará na média de R$ 65,00 e será pago retroativo a 1º de maio

Auxílio-creche da BRF começa a ser pago no mês de julho - OUÇA


A partir de julho os colaboradores da BRF vão receber o auxílio-creche. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Concórdia e Região (Sintrial), Jair Baller, o benefício faz parte das conquistas da última negociação salarial. O auxílio-creche passou a valer no dia 1º de maio deste ano e será pago retroativo no início do mês de julho. Isso significa que os funcionários receberão o equivalente a duas parcelas.


O valor será de 5% do piso de efetivação da empresa (R$ 1.290,00), em média R$ 65,00. O pagamento será feito após a licença-maternidade ou férias das mães e se estenderá mensalmente até a criança completar dois anos de idade. “Os pais viúvos ou com a guarda judicial do filho e a mãe adotante também terão direito ao auxílio-creche”, informa Jair Baller. Se tiver dois filhos menores de dois anos, por exemplo, receberá dois auxílios.


Além deste benefício, outros como o quinquênio, que valoriza os trabalhadores que possuem mais tempo de empresa, os créditos que somaram no ano R$ 2.185,00 para cada trabalhador(a), aportes e outros, trouxeram ganhos financeiros significativos aos trabalhadores. “Neste ano, por não conseguirmos fazer assembleias com os trabalhadores, realizamos uma negociação nacional e garantimos a manutenção desses benefícios até o término da pandemia”, destaca Baller.


Fonte: ASCOM Sintrial