Esportes

14 ago 19 | 10h09 Por Jocimar Soares

Direção do Concórdia publica nota sobre suposta tentativa de golpe

Fato esquenta os bastidores do jogo entre Concórdia x Almirante Barroso.

Direção do Concórdia publica nota sobre suposta tentativa de golpe
Imprimir

O Concórdia Atlético Clube lançou uma nota à imprensa na tarde da terça-feira, dia 13, sobre o fato do clube ter sido alvo de um suposto golpista. O fato veio à tona no dia de ontem após um Boletim de Ocorrência ter sido confeccionado pelo presidente do CAC, Jonas Guzzatto. No documento, o mandatário do clube relatou que recebeu mensagens através do whatsapp solicitando o depósito de R$ 70 mil de um suposto atleta do Almirante Barroso, próximo adversário do Galo do Oeste.



Nota Oficial



O Concórdia Atlético Clube, vem a público informar que foi alvo de um golpista na noite desta segunda-feira (12), quando o mesmo através de mensagens de whatsapp solicitou o depósito do valor de R$ 70.000,00 (setenta mil reais) em troca da vitória concordiense no confronto contra a equipe do Almirante Barroso no próximo domingo.


O número utilizado é do estado da Bahia, e acredita-se que seja o mesmo golpista que em maio utilizou o nome do Coordenador Técnico Tonho Gil, oferecendo vaga na equipe do Galo em troca de dinheiro.


O clube registrou Boletim de Ocorrência para que o caso seja investigado pelas autoridades competentes.



Na manhã do próximo domingo, dia 18, o Concórdia Atlético Clube enfrenta o Almirante Barroso pela última rodada do returno da série B do Campeonato Catarinense.

14 ago 19 | 10h09 Por Jocimar Soares

Direção do Concórdia publica nota sobre suposta tentativa de golpe

Fato esquenta os bastidores do jogo entre Concórdia x Almirante Barroso.

Direção do Concórdia publica nota sobre suposta tentativa de golpe

O Concórdia Atlético Clube lançou uma nota à imprensa na tarde da terça-feira, dia 13, sobre o fato do clube ter sido alvo de um suposto golpista. O fato veio à tona no dia de ontem após um Boletim de Ocorrência ter sido confeccionado pelo presidente do CAC, Jonas Guzzatto. No documento, o mandatário do clube relatou que recebeu mensagens através do whatsapp solicitando o depósito de R$ 70 mil de um suposto atleta do Almirante Barroso, próximo adversário do Galo do Oeste.



Nota Oficial



O Concórdia Atlético Clube, vem a público informar que foi alvo de um golpista na noite desta segunda-feira (12), quando o mesmo através de mensagens de whatsapp solicitou o depósito do valor de R$ 70.000,00 (setenta mil reais) em troca da vitória concordiense no confronto contra a equipe do Almirante Barroso no próximo domingo.


O número utilizado é do estado da Bahia, e acredita-se que seja o mesmo golpista que em maio utilizou o nome do Coordenador Técnico Tonho Gil, oferecendo vaga na equipe do Galo em troca de dinheiro.


O clube registrou Boletim de Ocorrência para que o caso seja investigado pelas autoridades competentes.



Na manhã do próximo domingo, dia 18, o Concórdia Atlético Clube enfrenta o Almirante Barroso pela última rodada do returno da série B do Campeonato Catarinense.