Concórdia

18 set 19 | 9h23 Por Analu Slongo

Centro de Inovação Tecnológica deverá iniciar as atividades em janeiro

Empresas poderão utilizar a estrutura pública por até três anos para aprimorar o projeto

Centro de Inovação Tecnológica deverá iniciar as atividades em janeiro
Escute
Imprimir

Tramita na Câmara de Vereadores de Concórdia o projeto de lei de autoria do Executivo que busca dar legalidade para a criação de um Centro de Inovação Tecnológica. Nesta semana o assunto entrou em pauta para a leitura dos pareceres das comissões, mas ainda não está definido quando será a discussão e votação dos vereadores. A intenção é que o Centro de Inovação Tecnológica inicie as atividades no início de 2020.


O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wagner Simioni, explica que essa legislação é necessária para que a Prefeitura de Concórdia possa implantar incubadoras. O Centro de Inovação Tecnológica vai funcionar no segundo andar do prédio do antigo Senai, no bairro Itaíba, que está passando por reformas.


A Prefeitura de Concórdia vai oferecer às empresas que participarem do programa o espaço físico, mesas de trabalho, telefone, internet adequada às necessidades, serviços de limpeza, manutenção e segurança das áreas de uso comum, serviços especializados, gestão do espaço, assessoria gerencial e acompanhamento. As empresas poderão permanecer no programa por até dois anos, podendo prorrogar por mais um. 

18 set 19 | 9h23 Por Analu Slongo

Centro de Inovação Tecnológica deverá iniciar as atividades em janeiro

Empresas poderão utilizar a estrutura pública por até três anos para aprimorar o projeto

Centro de Inovação Tecnológica deverá iniciar as atividades em janeiro

Tramita na Câmara de Vereadores de Concórdia o projeto de lei de autoria do Executivo que busca dar legalidade para a criação de um Centro de Inovação Tecnológica. Nesta semana o assunto entrou em pauta para a leitura dos pareceres das comissões, mas ainda não está definido quando será a discussão e votação dos vereadores. A intenção é que o Centro de Inovação Tecnológica inicie as atividades no início de 2020.


O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wagner Simioni, explica que essa legislação é necessária para que a Prefeitura de Concórdia possa implantar incubadoras. O Centro de Inovação Tecnológica vai funcionar no segundo andar do prédio do antigo Senai, no bairro Itaíba, que está passando por reformas.


A Prefeitura de Concórdia vai oferecer às empresas que participarem do programa o espaço físico, mesas de trabalho, telefone, internet adequada às necessidades, serviços de limpeza, manutenção e segurança das áreas de uso comum, serviços especializados, gestão do espaço, assessoria gerencial e acompanhamento. As empresas poderão permanecer no programa por até dois anos, podendo prorrogar por mais um.