ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Saúde investiga suspeita de dengue em moradora de Xavantina
Exames preliminares dão como resultado positivo para a doença. Novas coletas foram feitas e encaminhadas para a Capital.
Publicado 05/02/2019
 

Por Jocimar Soares

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica está investigando um casos suspeito de dengue em uma moradora do município de Xavantina. Exames preliminares, feitos pela Gerência Regional de Saúde de Concórdia, deram positivo para a doença e agora novas coletas foram feitas nesta paciente encaminhadas para o laboratório de referência, em Florianópolis, que dará o resultado oficial. 


Coforme o biólogo da Vigilância Epidemiológica da Gerência Regional de Saúde, Felipe Gimenez, essa moradora de Xavantina começou a ter o sintoma ainda no dia 18. Ela foi conduzida para atendimento médico e já se recupera em casa. 


De acordo com Gimenez, essa pessoa esteve em outros municípios do Oeste de Santa Catarina e não saiu do Estado nos últimos dias. Caso os exames enviados para Florianópolis confirmem a dengue será o primeiro caso autóctone do Estado, ou seja, de paciente que contraiu a doença dentro do território de Santa Catarina.


Conforme o biólogo, os sintomas que a paciente apresentou e que deu início ao procedimento de investigação foram fraqueza, dores pelo corpo e prostração (cansaço). "A dengue ela se manifesta por outros sintomas também, muita febre, manchas avermelhadas na pele, dor nos olhos, náuseas, vômito, dores generalizadas, desidratação e tudo isso varia de paciente para paciente", explica Gimenez.


Sobre o número de focos de dengue confirmados em Concórdia nesse ano de 2019, a Vigilância Epidemiológica destaca que são 28, sendo três descobertos durante esta terça-feira, na região dos bairros Industriários e Novo Horizonte.

COMENTE