ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto Divulgação Internet
Área construída da construção civil reduz 9%
Setor já vive um cenário positivo com a retomada de obras industriais
Publicado 17/01/2018
 

Por Analu Slongo

A área construída em Concórdia teve redução de pouco mais de 9% na comparação entre 2016 e 2017. Enquanto no ano passado a área construída foi de 117.293 m2, em 2016 chegou a quase 129 mil m2. A redução foi de 11.400 m2.

 

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção e de Artefatos de Concreto Armado de Concórdia (Sinduscon), Gerson Rossini, avalia que 2017 foi complicado para a construção civil. “Nós vínhamos com uma projeção ascendente e 2017 foi um ano atípico, em que demitimos mais do que contratamos”, destaca.

 

Rossini pontua que fatores como juros altos, falta de recursos financeiros e recessão econômica prejudicaram a construção civil. “Agora a credibilidade voltou e estamos contratando novamente. Já percebemos diferença nos primeiros dias de 2018, com a contratação de novas construções e ampliações na indústria de metal mecânica e frigoríficos”, enfatiza. No ano passado a maioria das construções foi residencial.

 

 

COMENTE