Região

16 out 19 | 9h00 Por Cristiano Mortari

Vereador de Irani sugere ampliação da área do cemitério e pede casa mortuária em um bairro

Wilson Zamarki (PP) diz que o cemitério municipal está praticamente lotado

Vereador de Irani sugere ampliação da área do cemitério e pede casa mortuária em um bairro
Imprimir

O vereador apresentou as sugestões na última semana na Sessão da Câmara. Segundo ele o cemitério já não tem muitos locais disponíveis para sepultamento e há a necessidade de ampliação da área. O parlamentar também solicitou a construção de uma capela mortuária no bairro Alto Irani.


Sobre o cemitério, Zamarki diz que a Prefeitura precisa fazer um estudo para uma possível ampliação. “Não faz muito tempo que o município adquiriu um espaço e ampliou a área, mas mesmo assim, já está praticamente lotado. Então é necessário que um estudo seja feito com urgência para que Irani não fique sem um local para o sepultamento”, registra. “A sugestão é que se analise a possibilidade de compra de terrenos próximos, ou de repente em outro lugar. A gente sabe que é necessária a liberação ambiental, sabemos também que não é tão simples para que se consiga as licenças, mas é necessário ir em busca o quanto antes”, ressalta Zamarki.


O vereador também apresentou outras alternativas. “Outra possibilidade seriam a construção de um ossário em Irani. Também poderia ser feito, mas em parceria com a Amauc, para beneficiar outros municípios, um estudo para a construção de um crematório na região”, sugere ele.


Já sobre a construção da casa mortuária no bairro Alto Irani, o vereador argumenta que a obra beneficiaria muitas famílias. “Sugerimos várias vezes já, pois o é um bairro muito grande e há famílias que têm dificuldade de descer até a capela no centro quando há um velório. Muitos não têm veículos”, relata. “O município tem terrenos no bairro e há uma demanda”, reforça o vereador.


O Jornalismo da Rádio Aliança fez contato com a Prefeitura. O vice-prefeito, Marcelo Pegoraro, diz que ainda há espaços para o sepultamento no cemitério. “Talvez olhando lá no cemitério dê a impressão de pouco espaço, mas há uma grande área ainda de ampliação. Se o vereador achar interessante, pode nos procurar na Prefeitura, pode falar comigo ou buscar nos setores de Engenharia ou Planejamento, todos os dados sobre o cemitério. A gente tem um grande espaço ainda para os sepultamentos”, garante Pegoraro.


Sobre a sugestão de uma nova casa mortuária o vice-prefeito adiantou que a estrutura que já existe será ampliada. “Aumentar o espaço é uma demanda antiga e já licitamos, já temos a empresa vencedora, que fará a ampliação da casa mortuária existente. Serão dois espaços no mesmo local e acreditamos que com isso a gente já vai melhorar a estrutura para que as pessoas possam fazer os velórios”, destaca.



16 out 19 | 9h00 Por Cristiano Mortari

Vereador de Irani sugere ampliação da área do cemitério e pede casa mortuária em um bairro

Wilson Zamarki (PP) diz que o cemitério municipal está praticamente lotado

Vereador de Irani sugere ampliação da área do cemitério e pede casa mortuária em um bairro

O vereador apresentou as sugestões na última semana na Sessão da Câmara. Segundo ele o cemitério já não tem muitos locais disponíveis para sepultamento e há a necessidade de ampliação da área. O parlamentar também solicitou a construção de uma capela mortuária no bairro Alto Irani.


Sobre o cemitério, Zamarki diz que a Prefeitura precisa fazer um estudo para uma possível ampliação. “Não faz muito tempo que o município adquiriu um espaço e ampliou a área, mas mesmo assim, já está praticamente lotado. Então é necessário que um estudo seja feito com urgência para que Irani não fique sem um local para o sepultamento”, registra. “A sugestão é que se analise a possibilidade de compra de terrenos próximos, ou de repente em outro lugar. A gente sabe que é necessária a liberação ambiental, sabemos também que não é tão simples para que se consiga as licenças, mas é necessário ir em busca o quanto antes”, ressalta Zamarki.


O vereador também apresentou outras alternativas. “Outra possibilidade seriam a construção de um ossário em Irani. Também poderia ser feito, mas em parceria com a Amauc, para beneficiar outros municípios, um estudo para a construção de um crematório na região”, sugere ele.


Já sobre a construção da casa mortuária no bairro Alto Irani, o vereador argumenta que a obra beneficiaria muitas famílias. “Sugerimos várias vezes já, pois o é um bairro muito grande e há famílias que têm dificuldade de descer até a capela no centro quando há um velório. Muitos não têm veículos”, relata. “O município tem terrenos no bairro e há uma demanda”, reforça o vereador.


O Jornalismo da Rádio Aliança fez contato com a Prefeitura. O vice-prefeito, Marcelo Pegoraro, diz que ainda há espaços para o sepultamento no cemitério. “Talvez olhando lá no cemitério dê a impressão de pouco espaço, mas há uma grande área ainda de ampliação. Se o vereador achar interessante, pode nos procurar na Prefeitura, pode falar comigo ou buscar nos setores de Engenharia ou Planejamento, todos os dados sobre o cemitério. A gente tem um grande espaço ainda para os sepultamentos”, garante Pegoraro.


Sobre a sugestão de uma nova casa mortuária o vice-prefeito adiantou que a estrutura que já existe será ampliada. “Aumentar o espaço é uma demanda antiga e já licitamos, já temos a empresa vencedora, que fará a ampliação da casa mortuária existente. Serão dois espaços no mesmo local e acreditamos que com isso a gente já vai melhorar a estrutura para que as pessoas possam fazer os velórios”, destaca.