Região

19 jan 22 | 6h00 Por Jocimar Soares

UHE Machadinho repassa menos valores pela compensação financeira

Estiagem afetou a produção de energia durante o ano de 2021 e isso também afetou na arrecadação das prefeituras

UHE Machadinho repassa menos valores pela compensação financeira
Imprimir

A Usina Hidrelétrica de Machadinho apresentou redução no repasse da compensação financeira aos municípios atingidos pelo lago em 2021, em comparação com 2020. A informação é de levantamento da Aliança FM com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel. No ano passado, a usina repassou R$ 15.851.018,85. No ano anterior, foram gerados R$ 18.630.154,97. Até então, o ano em que houve menos repasse foi em 2006 com R$ 9.500.016,02. De acordo com informações buscadas pela Aliança FM, a estiagem é apontada como um dos fatores pela redução, já que houve períodos em que não ocorreu a produção de energia elétrica por conta do baixo volume útil do reservatório. A compensação financeira é um valor que é repassado para municípios, estados e união pela utilização de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica.


Com isso, o repasse realizado em todo o ano de 2021 para os municípios lindeiros ficou da seguinte forma. 


Santa Catarina:


Anita Garibaldi: R$ 4.257.019

Campos Novos: R$ 2.496.596,95

Capinzal: R$ 683.504,81

Celso Ramos: R$ 2.290.470,91

Piratuba: R$ 1.201.230,68

Zortea: R$ 1.082.812,30


Rio Grande do Sul


Barracão: R$ 1.088.671.22

Machadinho: R$ 2.598.029,67

Maximiliano de Almeida: R$ 818.504,07

Pinhal da Serra: R$ 1.722.726,18


Salientando que esses valores não correspondem somente à produção de energia pelo UHE de Machadinho. O residual de energia elétrica, gerada por outras usinas hidrelétricas, também entra na conta das prefeituras e incide nos valores totais.


19 jan 22 | 6h00 Por Jocimar Soares

UHE Machadinho repassa menos valores pela compensação financeira

Estiagem afetou a produção de energia durante o ano de 2021 e isso também afetou na arrecadação das prefeituras

UHE Machadinho repassa menos valores pela compensação financeira

A Usina Hidrelétrica de Machadinho apresentou redução no repasse da compensação financeira aos municípios atingidos pelo lago em 2021, em comparação com 2020. A informação é de levantamento da Aliança FM com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel. No ano passado, a usina repassou R$ 15.851.018,85. No ano anterior, foram gerados R$ 18.630.154,97. Até então, o ano em que houve menos repasse foi em 2006 com R$ 9.500.016,02. De acordo com informações buscadas pela Aliança FM, a estiagem é apontada como um dos fatores pela redução, já que houve períodos em que não ocorreu a produção de energia elétrica por conta do baixo volume útil do reservatório. A compensação financeira é um valor que é repassado para municípios, estados e união pela utilização de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica.


Com isso, o repasse realizado em todo o ano de 2021 para os municípios lindeiros ficou da seguinte forma. 


Santa Catarina:


Anita Garibaldi: R$ 4.257.019

Campos Novos: R$ 2.496.596,95

Capinzal: R$ 683.504,81

Celso Ramos: R$ 2.290.470,91

Piratuba: R$ 1.201.230,68

Zortea: R$ 1.082.812,30


Rio Grande do Sul


Barracão: R$ 1.088.671.22

Machadinho: R$ 2.598.029,67

Maximiliano de Almeida: R$ 818.504,07

Pinhal da Serra: R$ 1.722.726,18


Salientando que esses valores não correspondem somente à produção de energia pelo UHE de Machadinho. O residual de energia elétrica, gerada por outras usinas hidrelétricas, também entra na conta das prefeituras e incide nos valores totais.