Região

20 mar 20 | 12h00 Por Jocimar Soares

Realização de Sessão da Câmara de Vereadores gera polêmica em Alto Bela Vista

Reunião parlamentar está programada para esta sexta-feira, dia 20. Oposição pede cancelamento por conta do coronavírus.

Realização de Sessão da Câmara de Vereadores gera polêmica em Alto Bela Vista
Imprimir

A bancada do MDB na Câmara de Vereadores, seguindo determinação do Governo do Estado que lançou decreto proibindo a aglomeração de pessoas em espaços públicos, decidiu não comparecer à sessão da Câmara marcada para a tarde desta sexta-feira (20). A sugestão de adiamento havia sido feita por um parlamentar, mas, conforme a bancada medebista, não foi acatada pela Mesa Diretora.

 

A bancada emitiu um comunicado justificando a decisão:

 

Viemos através deste, justificar nossa ausência na sessão a tarde, apesar da convocação pela secretária, informamos a todos que os vereadores Loir da Silva, Edson Gonçalves e as vereadoras Alice Schwambach Lemke e Nadir Olhweiler não iremos estar presentes na reunião.

 

Motivo:

 

– Que, nos termos do artigo 196 da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, a saúde é direito de todos, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação;

– A declaração de pandemia da Organização Mundial de Saúde -OMS, datada de 30 de janeiro de 2020, em decorrência da Infecção Humana provocada pelo coronavírus (COVID-19);

– A Portaria nº 188/GN/MS de 4 de fevereiro de 2020, que Declara Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência da Infecção Humana pelo coronavírus (COVID-19).

– O Decreto Estadual nº 509, de 17 de março de 2020, que dispõe sobre a adoção progressiva de medidas de prevenção e combate ao contágio pelo coronavírus (COVID-19) nos órgãos e nas entidades da administração pública estadual direta e indireta e estabelece outras providências;

– O avanço dos casos em território nacional, sobrevindo a necessidade de implantação de medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus (COVID-190;

– Considerando, por fim, que a situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença no Município de Alto Bela Vista.

 

De acordo com a bancada, além de várias publicações falando da gravidade do assunto tanto âmbito nacional, estadual e regional, confirmando, então, nossa ausência na sessão acima citada. Vereadores Loir e Edson Gonçalves, e vereadoras Alice e Nadir. Para os medebistas, priorizar a Saúde, neste momento, é o primordial para o bem-estar da população.

“Temos consciência do que está acontecendo, atitude precisa partir de nós. De nada adianta bons discursos se o que se prega é o contrário”, argumenta a vereadora Alice.


(Fonte: Michel Teixeira Notícias)

20 mar 20 | 12h00 Por Jocimar Soares

Realização de Sessão da Câmara de Vereadores gera polêmica em Alto Bela Vista

Reunião parlamentar está programada para esta sexta-feira, dia 20. Oposição pede cancelamento por conta do coronavírus.

Realização de Sessão da Câmara de Vereadores gera polêmica em Alto Bela Vista

A bancada do MDB na Câmara de Vereadores, seguindo determinação do Governo do Estado que lançou decreto proibindo a aglomeração de pessoas em espaços públicos, decidiu não comparecer à sessão da Câmara marcada para a tarde desta sexta-feira (20). A sugestão de adiamento havia sido feita por um parlamentar, mas, conforme a bancada medebista, não foi acatada pela Mesa Diretora.

 

A bancada emitiu um comunicado justificando a decisão:

 

Viemos através deste, justificar nossa ausência na sessão a tarde, apesar da convocação pela secretária, informamos a todos que os vereadores Loir da Silva, Edson Gonçalves e as vereadoras Alice Schwambach Lemke e Nadir Olhweiler não iremos estar presentes na reunião.

 

Motivo:

 

– Que, nos termos do artigo 196 da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, a saúde é direito de todos, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação;

– A declaração de pandemia da Organização Mundial de Saúde -OMS, datada de 30 de janeiro de 2020, em decorrência da Infecção Humana provocada pelo coronavírus (COVID-19);

– A Portaria nº 188/GN/MS de 4 de fevereiro de 2020, que Declara Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência da Infecção Humana pelo coronavírus (COVID-19).

– O Decreto Estadual nº 509, de 17 de março de 2020, que dispõe sobre a adoção progressiva de medidas de prevenção e combate ao contágio pelo coronavírus (COVID-19) nos órgãos e nas entidades da administração pública estadual direta e indireta e estabelece outras providências;

– O avanço dos casos em território nacional, sobrevindo a necessidade de implantação de medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus (COVID-190;

– Considerando, por fim, que a situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença no Município de Alto Bela Vista.

 

De acordo com a bancada, além de várias publicações falando da gravidade do assunto tanto âmbito nacional, estadual e regional, confirmando, então, nossa ausência na sessão acima citada. Vereadores Loir e Edson Gonçalves, e vereadoras Alice e Nadir. Para os medebistas, priorizar a Saúde, neste momento, é o primordial para o bem-estar da população.

“Temos consciência do que está acontecendo, atitude precisa partir de nós. De nada adianta bons discursos se o que se prega é o contrário”, argumenta a vereadora Alice.


(Fonte: Michel Teixeira Notícias)