Região

09 out 21 | 6h00 Por Jocimar Soares

Reajuste salarial 2021 na JBS de Ipumirim é aprovado com 97,57% dos votos

Votação secreta e on-line ocorreu entre os dias 5 e 8 de outubro

Reajuste salarial 2021 na JBS de Ipumirim é aprovado com 97,57% dos votos
Imprimir

Os trabalhadores da unidade da JBS de Ipumirim aprovaram o reajuste ofertado pela empresa e acertado em rodada de negociação. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Alimentação de Concórdia e Região, Sintrial, 684 trabalhadores optaram pelo sim, o que dá 97,57% dos votos. Por outro lado, 14 trabalhadores votaram na opção não e houve três abstenções. Votaram 701 trabalhadores nesta assembleia virtual.


O reajuste aprovado foi de 9,22%, referente ao INPC do período retroativo a julho.


O piso salarial de contratação é de R$ 1.347,53 e o de efetivação, R$ 1.453,72. O quinquênio ficou em 3% limitado ao teto de R$ 2.224,56. Também serão disponibilizadas 12 cestas de produtos de R$ 110,00, com 10% de reajuste; o PPR ficou em R$ 1.100,00, também com 10% de reajuste, a ser pago em abril do próximo ano.


As demais clausulas sociais foram aprovadas.


09 out 21 | 6h00 Por Jocimar Soares

Reajuste salarial 2021 na JBS de Ipumirim é aprovado com 97,57% dos votos

Votação secreta e on-line ocorreu entre os dias 5 e 8 de outubro

Reajuste salarial 2021 na JBS de Ipumirim é aprovado com 97,57% dos votos

Os trabalhadores da unidade da JBS de Ipumirim aprovaram o reajuste ofertado pela empresa e acertado em rodada de negociação. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Alimentação de Concórdia e Região, Sintrial, 684 trabalhadores optaram pelo sim, o que dá 97,57% dos votos. Por outro lado, 14 trabalhadores votaram na opção não e houve três abstenções. Votaram 701 trabalhadores nesta assembleia virtual.


O reajuste aprovado foi de 9,22%, referente ao INPC do período retroativo a julho.


O piso salarial de contratação é de R$ 1.347,53 e o de efetivação, R$ 1.453,72. O quinquênio ficou em 3% limitado ao teto de R$ 2.224,56. Também serão disponibilizadas 12 cestas de produtos de R$ 110,00, com 10% de reajuste; o PPR ficou em R$ 1.100,00, também com 10% de reajuste, a ser pago em abril do próximo ano.


As demais clausulas sociais foram aprovadas.