Região

07 jul 20 | 7h51 Por Cristiano Mortari

Problema em bomba de captação deixa parte de Presidente Castello Branco sem água

Queda de energia durante temporal danificou o equipamento. Prefeitura e Casan trabalham nos reparos

Problema em bomba de captação deixa parte de Presidente Castello Branco sem água
Imprimir

Desde a última semana Presidente Castello Branco enfrenta problemas na distribuição de água para a cidade e interior. A captação é feita em um poço profundo e a bomba elétrica responsável pelo trabalho apresentou problemas após uma queda de energia, causada pelo temporal da última terça-feira, dia 30 de junho. A Prefeitura e a Casan pedem que o uso seja racionado, pois várias famílias já ficaram sem água.


O diretor da Secretaria de Agricultura e Meio-Ambiente de Presidente Castello Branco, Laércio da Silva, explicou ao Jornalismo da Aliança que a situação não é tão simples e a distribuição de água normal deve ser retomada até o fim de semana. “Nosso município tem captação de água somente em poços profundos. Este, no qual a bomba apresenta problemas, está na comunidade de Linha São Luiz é o principal. É dele que captamos água para a cidade e para o interior”, comentou. “A bomba está a 140 metros de profundidade e a retirada não é tão simples. Não é a primeira vez que ela apresenta problemas. Dependemos de guindaste e uma série de aparatos para fazer a remoção e o conserto”, detalhou ele. “Tudo já está sendo disponibilizado, mas temos que seguir as normas e a burocracia do setor público, como a tomada de preços, por exemplo. Isso atrasa um pouco nosso trabalho”, relatou Laércio. 


A Prefeitura já conseguiu uma nova bomba de captação de água e ela será instalada nos próximos dias. “Fomos a São José buscar uma bomba da Casan, compatível com nossa necessidade. Além instalar essa bomba, vamos aproveitar a intervenção e fazer a troca da tubulação que temos no poço, para evitar problemas futuros”, adiantou o diretor. 


Distribuição e racionamento:

Enquanto o problema do poço não é resolvido, a Prefeitura e a Casan estão captando água do poço reserva, que fica na comunidade de Nossa Senhora de Lurdes. Porém ele tem capacidade de menor do que o de Linha São Luiz. “Temos mais de 60% do município com problemas. No interior o pessoal até se vira com fontes naturais, mas na cidade é preciso utilizar a água com consciência. Estamos trabalhando, junto com a Casan, desde o dia que o problema surgiu e acreditamos que nesta semana tudo seja resolvido. Enquanto isso, precisamos que as famílias, principalmente do centro, economizem, caso contrário os bairros ficam sem água”, enfatizou Laércio da Silva.

07 jul 20 | 7h51 Por Cristiano Mortari

Problema em bomba de captação deixa parte de Presidente Castello Branco sem água

Queda de energia durante temporal danificou o equipamento. Prefeitura e Casan trabalham nos reparos

Problema em bomba de captação deixa parte de Presidente Castello Branco sem água

Desde a última semana Presidente Castello Branco enfrenta problemas na distribuição de água para a cidade e interior. A captação é feita em um poço profundo e a bomba elétrica responsável pelo trabalho apresentou problemas após uma queda de energia, causada pelo temporal da última terça-feira, dia 30 de junho. A Prefeitura e a Casan pedem que o uso seja racionado, pois várias famílias já ficaram sem água.


O diretor da Secretaria de Agricultura e Meio-Ambiente de Presidente Castello Branco, Laércio da Silva, explicou ao Jornalismo da Aliança que a situação não é tão simples e a distribuição de água normal deve ser retomada até o fim de semana. “Nosso município tem captação de água somente em poços profundos. Este, no qual a bomba apresenta problemas, está na comunidade de Linha São Luiz é o principal. É dele que captamos água para a cidade e para o interior”, comentou. “A bomba está a 140 metros de profundidade e a retirada não é tão simples. Não é a primeira vez que ela apresenta problemas. Dependemos de guindaste e uma série de aparatos para fazer a remoção e o conserto”, detalhou ele. “Tudo já está sendo disponibilizado, mas temos que seguir as normas e a burocracia do setor público, como a tomada de preços, por exemplo. Isso atrasa um pouco nosso trabalho”, relatou Laércio. 


A Prefeitura já conseguiu uma nova bomba de captação de água e ela será instalada nos próximos dias. “Fomos a São José buscar uma bomba da Casan, compatível com nossa necessidade. Além instalar essa bomba, vamos aproveitar a intervenção e fazer a troca da tubulação que temos no poço, para evitar problemas futuros”, adiantou o diretor. 


Distribuição e racionamento:

Enquanto o problema do poço não é resolvido, a Prefeitura e a Casan estão captando água do poço reserva, que fica na comunidade de Nossa Senhora de Lurdes. Porém ele tem capacidade de menor do que o de Linha São Luiz. “Temos mais de 60% do município com problemas. No interior o pessoal até se vira com fontes naturais, mas na cidade é preciso utilizar a água com consciência. Estamos trabalhando, junto com a Casan, desde o dia que o problema surgiu e acreditamos que nesta semana tudo seja resolvido. Enquanto isso, precisamos que as famílias, principalmente do centro, economizem, caso contrário os bairros ficam sem água”, enfatizou Laércio da Silva.