Região

28 abr 21 | 10h01 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Zortéa adota racionamento no fornecimento de água e vai multar quem desperdiçar

Decretos foram publicados no início desta semana. O município está em situação de emergência

Prefeitura de Zortéa adota racionamento no fornecimento de água e vai multar quem desperdiçar
Imprimir

A escassez hídrica registrada dos últimos meses e que se acentuou em março e abril motivou a Administração Municipal de Zortéa a adotar medidas mais duras para o enfrentamento do problema e para garantir o fornecimento de água potável à população. Entre as ações, a Prefeitura anunciou que vai multar pessoas flagradas desperdiçando água.

 

No início desta semana a prefeita Rosane Infeld publicou um decreto que declara situação de emergência no município por 90 dias em razão da estiagem. Também foi publicado outro decreto que estabelece o racionamento no fornecimento de água por tempo indeterminado, no período das 14h às 17h, e orienta a população a economizar o produto. 

 

Já outro documento estipula multa de R$ 150,00 para quem for flagrado desperdiçando água potável do Sistema Municipal de Abastecimento para lavar carros, calçadas e outros. Na reincidência o valor dobra. A multa não se aplica aos que possuem sistema próprio de aproveitamento da água da chuva. 


A Diretoria Municipal de Meio Ambiente, Água e Esgoto é que fará a fiscalização e aplicação da penalidade. 


Informações: Rádio Capinzal


28 abr 21 | 10h01 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Zortéa adota racionamento no fornecimento de água e vai multar quem desperdiçar

Decretos foram publicados no início desta semana. O município está em situação de emergência

Prefeitura de Zortéa adota racionamento no fornecimento de água e vai multar quem desperdiçar

A escassez hídrica registrada dos últimos meses e que se acentuou em março e abril motivou a Administração Municipal de Zortéa a adotar medidas mais duras para o enfrentamento do problema e para garantir o fornecimento de água potável à população. Entre as ações, a Prefeitura anunciou que vai multar pessoas flagradas desperdiçando água.

 

No início desta semana a prefeita Rosane Infeld publicou um decreto que declara situação de emergência no município por 90 dias em razão da estiagem. Também foi publicado outro decreto que estabelece o racionamento no fornecimento de água por tempo indeterminado, no período das 14h às 17h, e orienta a população a economizar o produto. 

 

Já outro documento estipula multa de R$ 150,00 para quem for flagrado desperdiçando água potável do Sistema Municipal de Abastecimento para lavar carros, calçadas e outros. Na reincidência o valor dobra. A multa não se aplica aos que possuem sistema próprio de aproveitamento da água da chuva. 


A Diretoria Municipal de Meio Ambiente, Água e Esgoto é que fará a fiscalização e aplicação da penalidade. 


Informações: Rádio Capinzal