Região

15 fev 21 | 11h30 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Itá publica novo decreto de medidas contra a Covid-19 e está em expediente interno

Profissionais da Saúde relatam preocupação e lamentam a falta de consciência de algumas pessoas

Prefeitura de Itá publica novo decreto de medidas contra a Covid-19 e está em expediente interno
Imprimir

A Prefeitura de Itá publicou, no domingo, dia 14, um novo decreto que estabelece medidas mais rígidas para a prevenção da Covid-19 no município. De acordo com o documento, novas regras são necessárias em função do número de casos que aumentou, conforme registro de pacientes que têm procurado a Central de Atendimento Covid e o Hospital da cidade. Órgãos públicos estão trabalhando somente com expediente interno. O atendimento ao público está sendo feito somente na Secretaria de Saúde e na Unidade Básica de Saúde.


No decreto a Administração também relata preocupação com a capacidade de atendimento das estruturas de saúde, que já mostram insuficiência de leitos e de profissionais no município e na região.


Dentre as medidas, o decreto obriga o uso de máscara em estabelecimentos públicos e privados, veículos de transporte coletivo ou táxis. Não está permitida a aglomeração e a distância entre pessoas deve ser de no mínimo 1,5 metro em qualquer ambiente. Compras, devem ser feitas por apenas uma pessoa da família.


Os estabelecimentos comerciais, bancos e similares, estão obrigados a disponibilizar álcool 70% para a higienização de clientes e funcionários e a limpeza de maçanetas, mesas, corrimãos, elevadores, sanitários e interruptores deve ser intensificada. Em bares, restaurantes, lanchonetes e sorveterias, o funcionamento está permitido até 22h, com distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.


Centros comunitários do interior devem ficar fechados e esportes como futebol, bocha, carteados, que reúnem pessoas, também estão proibidos. “A situação é muito preocupante no município e na região. Temos hoje, mais de 40 casos ativos em Itá, o caos está instaurado na região com hospitais superlotados, pacientes sendo transferidos e por isso o novo decreto estabelece novas normas em alguns setores”, relatou a secretária de Saúde de Itá, Joice Sartoretto Zotti, em entrevista à Aliança FM.


Ela também lamentou que algumas pessoas não estão atendendo as medidas impostas para a prevenção à Covid-19. “Infelizmente temos informações de festas clandestinas no município. Não adianta nada ficarmos cuidando, se várias pessoas estão fazendo festa. Estamos fechando locais públicos por falta de consciência de alguns. Muitos colaboram, mas há um que grupo ainda está se reunindo e muitas pessoas estão sendo contaminadas”, ressaltou Joice.


A secretária também fez um apelo aos moradores. “Nos ajudem, pelo menos por 15 dias, para que possamos diminuir os casos. Não queremos fechar estabelecimentos, mas precisamos colaborar para que não seja necessário tomar medidas ainda mais rígidas”, pediu Joice.



15 fev 21 | 11h30 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Itá publica novo decreto de medidas contra a Covid-19 e está em expediente interno

Profissionais da Saúde relatam preocupação e lamentam a falta de consciência de algumas pessoas

Prefeitura de Itá publica novo decreto de medidas contra a Covid-19 e está em expediente interno

A Prefeitura de Itá publicou, no domingo, dia 14, um novo decreto que estabelece medidas mais rígidas para a prevenção da Covid-19 no município. De acordo com o documento, novas regras são necessárias em função do número de casos que aumentou, conforme registro de pacientes que têm procurado a Central de Atendimento Covid e o Hospital da cidade. Órgãos públicos estão trabalhando somente com expediente interno. O atendimento ao público está sendo feito somente na Secretaria de Saúde e na Unidade Básica de Saúde.


No decreto a Administração também relata preocupação com a capacidade de atendimento das estruturas de saúde, que já mostram insuficiência de leitos e de profissionais no município e na região.


Dentre as medidas, o decreto obriga o uso de máscara em estabelecimentos públicos e privados, veículos de transporte coletivo ou táxis. Não está permitida a aglomeração e a distância entre pessoas deve ser de no mínimo 1,5 metro em qualquer ambiente. Compras, devem ser feitas por apenas uma pessoa da família.


Os estabelecimentos comerciais, bancos e similares, estão obrigados a disponibilizar álcool 70% para a higienização de clientes e funcionários e a limpeza de maçanetas, mesas, corrimãos, elevadores, sanitários e interruptores deve ser intensificada. Em bares, restaurantes, lanchonetes e sorveterias, o funcionamento está permitido até 22h, com distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.


Centros comunitários do interior devem ficar fechados e esportes como futebol, bocha, carteados, que reúnem pessoas, também estão proibidos. “A situação é muito preocupante no município e na região. Temos hoje, mais de 40 casos ativos em Itá, o caos está instaurado na região com hospitais superlotados, pacientes sendo transferidos e por isso o novo decreto estabelece novas normas em alguns setores”, relatou a secretária de Saúde de Itá, Joice Sartoretto Zotti, em entrevista à Aliança FM.


Ela também lamentou que algumas pessoas não estão atendendo as medidas impostas para a prevenção à Covid-19. “Infelizmente temos informações de festas clandestinas no município. Não adianta nada ficarmos cuidando, se várias pessoas estão fazendo festa. Estamos fechando locais públicos por falta de consciência de alguns. Muitos colaboram, mas há um que grupo ainda está se reunindo e muitas pessoas estão sendo contaminadas”, ressaltou Joice.


A secretária também fez um apelo aos moradores. “Nos ajudem, pelo menos por 15 dias, para que possamos diminuir os casos. Não queremos fechar estabelecimentos, mas precisamos colaborar para que não seja necessário tomar medidas ainda mais rígidas”, pediu Joice.