Região

16 nov 21 | 15h20 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Alto Bela Vista vai lançar licitação para a construção da ponte em Volta Grande

O investimento estimado é de R$ 13 milhões, com recursos do Governo Federal e do município

Prefeitura de Alto Bela Vista vai lançar licitação para a construção da ponte em Volta Grande
Imprimir

A Prefeitura de Alto Bela Vista deve lançar, ainda nesta semana, o edital de licitação para a construção da ponte sobre o Rio do Peixe, na comunidade de Volta Grande, interior do município. Ela vai ligar o perímetro urbano de ABV às comunidades de Volta Grande, São Francisco e Bandeirantes.

 

O projeto já foi elaborado e também precisou ser atualizado. A estimativa de custo da obra é de R$ 13 milhões. Segundo a Prefeitura o Ministério do Turismo assegurou mais de R$ 8,5 milhões para a construção e o restante será viabilizado pelo município, que já encaminha um financiamento. “Além do recurso do Ministério do Turismo, nós também teremos investimentos com recursos próprios, na ordem de aproximadamente R$ 4,5 milhões. Parte desse valor será viabilizado através de um financiamento junto à Caixa Econômica Federal, que já estamos encaminhado”, conta o prefeito de ABV, Elton Mattes.

 

Com o lançamento do edital nesta semana, o objetivo da Administração de Alto Bela Vista é conhecer a empresa vencedora no início de 2022. A abertura das propostas está programada para o dia 06 de janeiro. “Já estamos trabalhando no edital e nos próximos dias ele será lançado. A ponte será uma obra de grande importância para o Turismo, já que na comunidade de São Francisco um balneário está sendo construído. Também vai beneficiar os moradores e o desenvolvimento econômico, já que nas três comunidades, há produção de aves, suínos e leite”, completa Mattes.

 

Já existiu uma ponte:

Uma ponte existia no local e fazia a ligação das comunidades com o perímetro urbano. Ela foi "levada" pela água do Rio do Peixe em uma enchente que aconteceu no ano de 1983. Atualmente os moradores precisam utilizar uma balsa, mantida pela Prefeitura, para fazer a travessia. De acordo com informações do município, são mais de 100 famílias que residem entre as  comunidades de Bandeirantes, Volta Grande e São Francisco.

16 nov 21 | 15h20 Por Cristiano Mortari

Prefeitura de Alto Bela Vista vai lançar licitação para a construção da ponte em Volta Grande

O investimento estimado é de R$ 13 milhões, com recursos do Governo Federal e do município

Prefeitura de Alto Bela Vista vai lançar licitação para a construção da ponte em Volta Grande

A Prefeitura de Alto Bela Vista deve lançar, ainda nesta semana, o edital de licitação para a construção da ponte sobre o Rio do Peixe, na comunidade de Volta Grande, interior do município. Ela vai ligar o perímetro urbano de ABV às comunidades de Volta Grande, São Francisco e Bandeirantes.

 

O projeto já foi elaborado e também precisou ser atualizado. A estimativa de custo da obra é de R$ 13 milhões. Segundo a Prefeitura o Ministério do Turismo assegurou mais de R$ 8,5 milhões para a construção e o restante será viabilizado pelo município, que já encaminha um financiamento. “Além do recurso do Ministério do Turismo, nós também teremos investimentos com recursos próprios, na ordem de aproximadamente R$ 4,5 milhões. Parte desse valor será viabilizado através de um financiamento junto à Caixa Econômica Federal, que já estamos encaminhado”, conta o prefeito de ABV, Elton Mattes.

 

Com o lançamento do edital nesta semana, o objetivo da Administração de Alto Bela Vista é conhecer a empresa vencedora no início de 2022. A abertura das propostas está programada para o dia 06 de janeiro. “Já estamos trabalhando no edital e nos próximos dias ele será lançado. A ponte será uma obra de grande importância para o Turismo, já que na comunidade de São Francisco um balneário está sendo construído. Também vai beneficiar os moradores e o desenvolvimento econômico, já que nas três comunidades, há produção de aves, suínos e leite”, completa Mattes.

 

Já existiu uma ponte:

Uma ponte existia no local e fazia a ligação das comunidades com o perímetro urbano. Ela foi "levada" pela água do Rio do Peixe em uma enchente que aconteceu no ano de 1983. Atualmente os moradores precisam utilizar uma balsa, mantida pela Prefeitura, para fazer a travessia. De acordo com informações do município, são mais de 100 famílias que residem entre as  comunidades de Bandeirantes, Volta Grande e São Francisco.