Região

18 mai 24 | 17h06 Por Luan De Bortoli

Morre homem que caiu em silo de ração em Catanduvas

Bombeiros resgataram o trabalho, mas ele não sobreviveu.

Morre homem que caiu em silo de ração em Catanduvas
Imprimir

Faleceu no início da manhã deste sábado no HUST em Joaçaba, o homem que caiu em um silo de ração localizado no Distrito Industrial, margens da SC 335, em Catanduvas.  

SIGA A ALIANÇA FM NAS REDES SOCIAIS:

A vítima é Cleiton da Rosa Camargo, 24 anos. Ele deixa a esposa e dois filhos pequenos. O corpo será velado na Capela Mortuária de Catanduvas e o sepultamento neste domingo a partir das 8h30 no Cemitério de Linha Jacutinga.

Bombeiros de Catanduvas foram acionados por volta das 18h30 desta sexta-feira, 17, para atendimento a uma vítima que acabou caindo em um silo de ração de empresa às margens da SC 355, Distrito Industrial, em Catanduvas. 

Ao chegar no local, a guarnição encontrou o homem caído dentro do silo que estava parcialmente cheio de ração. O mesmo encontrava-se submerso de ponta cabeça no material estocado, restando apenas as extremidades das pernas aparentes na superfície. 

Os funcionários já haviam feito uma abertura no silo e removido uma parte do material estocado. A guarnição acessou o local e iniciou a remoção do material com o uso de pás para poder liberar a vítima. Após alguns minutos foi possível remover a vítima do silo, que encontrava-se com as vias aéreas completamente obstruídas por ração, e não foi possível fazer a liberação das mesmas com material disponível, devido à sua densidade e compactação.

A guarnição deslocou em prioridade ao Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro realizando reanimação cardiorrespiratória. Na unidade hospitalar os bombeiros do ASU e ABTR auxiliaram a equipe médica no protocolo de reanimação por aproximadamente 30 minutos. 

A equipe médica realizou uma cricotomia e estabeleceu uma via aérea avançada no paciente e alguns minutos depois o mesmo estava apresentando pulso palpável. Logo após, a Unidade Avançada do Samu chegou ao hospital para prestar apoio no atendimento da vítima.


Fonte: Paulo Gonçalves Notícias

18 mai 24 | 17h06 Por Luan De Bortoli

Morre homem que caiu em silo de ração em Catanduvas

Bombeiros resgataram o trabalho, mas ele não sobreviveu.

Morre homem que caiu em silo de ração em Catanduvas

Faleceu no início da manhã deste sábado no HUST em Joaçaba, o homem que caiu em um silo de ração localizado no Distrito Industrial, margens da SC 335, em Catanduvas.  

SIGA A ALIANÇA FM NAS REDES SOCIAIS:

A vítima é Cleiton da Rosa Camargo, 24 anos. Ele deixa a esposa e dois filhos pequenos. O corpo será velado na Capela Mortuária de Catanduvas e o sepultamento neste domingo a partir das 8h30 no Cemitério de Linha Jacutinga.

Bombeiros de Catanduvas foram acionados por volta das 18h30 desta sexta-feira, 17, para atendimento a uma vítima que acabou caindo em um silo de ração de empresa às margens da SC 355, Distrito Industrial, em Catanduvas. 

Ao chegar no local, a guarnição encontrou o homem caído dentro do silo que estava parcialmente cheio de ração. O mesmo encontrava-se submerso de ponta cabeça no material estocado, restando apenas as extremidades das pernas aparentes na superfície. 

Os funcionários já haviam feito uma abertura no silo e removido uma parte do material estocado. A guarnição acessou o local e iniciou a remoção do material com o uso de pás para poder liberar a vítima. Após alguns minutos foi possível remover a vítima do silo, que encontrava-se com as vias aéreas completamente obstruídas por ração, e não foi possível fazer a liberação das mesmas com material disponível, devido à sua densidade e compactação.

A guarnição deslocou em prioridade ao Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro realizando reanimação cardiorrespiratória. Na unidade hospitalar os bombeiros do ASU e ABTR auxiliaram a equipe médica no protocolo de reanimação por aproximadamente 30 minutos. 

A equipe médica realizou uma cricotomia e estabeleceu uma via aérea avançada no paciente e alguns minutos depois o mesmo estava apresentando pulso palpável. Logo após, a Unidade Avançada do Samu chegou ao hospital para prestar apoio no atendimento da vítima.


Fonte: Paulo Gonçalves Notícias