Região

28 abr 21 | 6h00 Por Jocimar Soares

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca no ano passado

Informações constam no boletim da Secretaria Nacional de Defesa Civil

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca no ano passado
Imprimir

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca em 2020 na região do Alto Uruguai de Santa Catarina. A informação é do Sistema de Informação de Desastres, do Ministério do Desenvolvimento Regional através da Defesa Civil Nacional, publicado na última semana. Todas elas precisaram do auxílio para o transporte de água potável em períodos específicos do ano passado.


Nesse caso, a microrregião teve um total exato de 9.005 pessoas atingidas pela seca, distribuídas em Alto Bela Vista (708), Arabutã (1000), Concórdia (624), Ipira (107), Ipumirim (1.737), Irani (152), Itá (356), Jaborá (356), Lindóia do Sul (630), Peritiba (129), Piratuba (300), Presidente Castello Branco (1.091), Seara (720) e Xavantina (1.095).


Conforme a Defesa Civil, nove prefeituras da região, registraram "seca moderada", que consiste em danos às culturas e pastagens, também provocando níveis baixos de água nos mananciais, sendo Alto Bela Vista, Arabutã, Concórdia, Ipira, Irani, Jaborá, Peritiba, Piratuba e Presidente Castello Branco.


Já outras quatro cidades registraram “seca fraca”, que proporciona impactos de curto prazo, causando diminuição do plantio, afetando crescimento de culturas e pastagens, sendo em Itá, Lindóia do Sul, Seara e Xavantina.

28 abr 21 | 6h00 Por Jocimar Soares

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca no ano passado

Informações constam no boletim da Secretaria Nacional de Defesa Civil

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca no ano passado

Mais de nove mil pessoas foram afetadas pela seca em 2020 na região do Alto Uruguai de Santa Catarina. A informação é do Sistema de Informação de Desastres, do Ministério do Desenvolvimento Regional através da Defesa Civil Nacional, publicado na última semana. Todas elas precisaram do auxílio para o transporte de água potável em períodos específicos do ano passado.


Nesse caso, a microrregião teve um total exato de 9.005 pessoas atingidas pela seca, distribuídas em Alto Bela Vista (708), Arabutã (1000), Concórdia (624), Ipira (107), Ipumirim (1.737), Irani (152), Itá (356), Jaborá (356), Lindóia do Sul (630), Peritiba (129), Piratuba (300), Presidente Castello Branco (1.091), Seara (720) e Xavantina (1.095).


Conforme a Defesa Civil, nove prefeituras da região, registraram "seca moderada", que consiste em danos às culturas e pastagens, também provocando níveis baixos de água nos mananciais, sendo Alto Bela Vista, Arabutã, Concórdia, Ipira, Irani, Jaborá, Peritiba, Piratuba e Presidente Castello Branco.


Já outras quatro cidades registraram “seca fraca”, que proporciona impactos de curto prazo, causando diminuição do plantio, afetando crescimento de culturas e pastagens, sendo em Itá, Lindóia do Sul, Seara e Xavantina.