Região

27 mai 22 | 19h00 Por Jocimar Soares

Dive investiga óbito de paciente de Ipumirim por suspeita de dengue

Informação entrou no boletim semanal da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, publicado nesta sexta-feira, dia 27

Dive investiga óbito de paciente de Ipumirim por suspeita de dengue
Imprimir

O município de Ipumirim passou a ter um óbito por suspeita de dengue e que está em investigação pelas autoridades. A informação consta no boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, publicado nesta sexta-feira, dia 27. De acordo com o órgão, trata-se de uma mulher de 38 anos, que faleceu no último dia 18. 


Com isso, já são cinco óbitos ocorridos na microrregião que estão sendo investigadas pelas autoridades, sendo esse de Ipumirim, mais um idoso de 66 anos de Seara e três de Concórdia, cujos pacientes tinham 87, 33 e 88 anos de idade. Embora houvesse confirmação da primeira morte por dengue em Concórdia no começo desta semana, o último boletim da Dive aponta que o paciente de 87 anos, que morreu na último dia 22, continua constando como suspeito neste último boletim.


Por outro lado, a Amauc permanece com duas mortes confirmadas por dengue, ambas de Itá. Outras duas de Seara estão descartadas.


De acordo com a publicação da Dive, em todo o Estado há 47 mortes provocadas pela doença somente neste ano.

27 mai 22 | 19h00 Por Jocimar Soares

Dive investiga óbito de paciente de Ipumirim por suspeita de dengue

Informação entrou no boletim semanal da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, publicado nesta sexta-feira, dia 27

Dive investiga óbito de paciente de Ipumirim por suspeita de dengue

O município de Ipumirim passou a ter um óbito por suspeita de dengue e que está em investigação pelas autoridades. A informação consta no boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, publicado nesta sexta-feira, dia 27. De acordo com o órgão, trata-se de uma mulher de 38 anos, que faleceu no último dia 18. 


Com isso, já são cinco óbitos ocorridos na microrregião que estão sendo investigadas pelas autoridades, sendo esse de Ipumirim, mais um idoso de 66 anos de Seara e três de Concórdia, cujos pacientes tinham 87, 33 e 88 anos de idade. Embora houvesse confirmação da primeira morte por dengue em Concórdia no começo desta semana, o último boletim da Dive aponta que o paciente de 87 anos, que morreu na último dia 22, continua constando como suspeito neste último boletim.


Por outro lado, a Amauc permanece com duas mortes confirmadas por dengue, ambas de Itá. Outras duas de Seara estão descartadas.


De acordo com a publicação da Dive, em todo o Estado há 47 mortes provocadas pela doença somente neste ano.