Região

04 jan | 6h00 Por Rádio Aliança

Consórcio Itá e Bombeiros Militares alertam sobre o uso do Lago no Verão

Objetivo é evitar acidentes e alertar para a importância da segurança no lago.

Consórcio Itá e Bombeiros Militares alertam sobre o uso do Lago no Verão
Imprimir
Iniciou no último dia 15 de dezembro a Operação Veraneio 2018/2019. Ela acontece, em Santa Catarina, em 61 dos 295 municípios e envolve policiais e bombeiros militares, destinados a atuar em praias, balneários, beira de rios, lagos e represas. De acordo com o comando da 3ª Companhia do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, com sede em Seara, e com abrangência no município Itá, Bombeiros Militares estão empenhados em Itá para trabalhos de prevenção durante os fins de semana. Já nos dias da semana, a vigilância fica por conta dos guarda-vidas civis.
 
 
Segundo o comandante da 3ª Companhia do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, 1º tenente Ismael Mateus Piva, o objetivo da Operação Veraneio é aumentar o monitoramento e coibir abuso no uso das águas, evitando assim as ocorrências de afogamentos. “Só há um balneário público (Prainha), este é o único local demarcado para banhista, onde tem área para nado que é monitorado pelos guarda-vidas em Itá. Desta forma, é preciso reforçar que as marinas e o porto são locais para embarcações, não para os banhistas”, destaca Piva.
 
 
Dentre as dicas para os banhistas, o comandante ressalta. “Busque o balneário público no entorno do Lago para se banhar, observe os locais de sinalizações e boias, elas devem estar em pontos de fácil acesso e visíveis. Já para atividades com embarcações, só conduza se estiver habilitado e não esqueça de usar sempre o colete e não consumir bebidas alcoólicas. Respeite a sinalização de segurança”, alerta Piva. 
 
 
O Consórcio Itá reforça a preocupação com a segurança dos visitantes na área do reservatório da UHE Itá e também orienta sobre alguns cuidados:
 
 
• Procure áreas de banhos demarcadas e reconhecidas; 
• Ao entrar na água redobre os cuidados;
• Nade apenas em locais sinalizados;
• Fique muito atento as crianças, de preferência vista coletes salvas vidas;
• Se ingerir bebida alcoólica não entre na água, nem dirija embarcações;
• Após churrascos recolhas os resíduos e apague a fogueira.
• Ao pilotar embarcações, respeite a área de banhistas;
• Em caso de afogamento, evite tentar o resgate, faça o uso da boia, e procure um salva-vidas;
 
 
Opção no lado gaúcho 
 
 
Entre os municípios lindeiros ao reservatório da Usina Hidrelétrica Itá, o município de Mariano Moro, no Rio Grande do Sul, também mantém uma prainha artificial na beira do Lago. O local é mantido pela prefeitura e conta com rampa de acesso à água, boias de sinalização e segurança, faixa de areia, quiosque e churrasqueiras. O espaço não conta com guarda-vidas, mas possui placa orientativa quanto aos cuidados ao usar o Lago. 
 
 
(Fonte: Deizy Marcon/Especial)
04 jan | 6h00 Por Rádio Aliança

Consórcio Itá e Bombeiros Militares alertam sobre o uso do Lago no Verão

Objetivo é evitar acidentes e alertar para a importância da segurança no lago.

Consórcio Itá e Bombeiros Militares alertam sobre o uso do Lago no Verão
Iniciou no último dia 15 de dezembro a Operação Veraneio 2018/2019. Ela acontece, em Santa Catarina, em 61 dos 295 municípios e envolve policiais e bombeiros militares, destinados a atuar em praias, balneários, beira de rios, lagos e represas. De acordo com o comando da 3ª Companhia do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, com sede em Seara, e com abrangência no município Itá, Bombeiros Militares estão empenhados em Itá para trabalhos de prevenção durante os fins de semana. Já nos dias da semana, a vigilância fica por conta dos guarda-vidas civis.
 
 
Segundo o comandante da 3ª Companhia do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, 1º tenente Ismael Mateus Piva, o objetivo da Operação Veraneio é aumentar o monitoramento e coibir abuso no uso das águas, evitando assim as ocorrências de afogamentos. “Só há um balneário público (Prainha), este é o único local demarcado para banhista, onde tem área para nado que é monitorado pelos guarda-vidas em Itá. Desta forma, é preciso reforçar que as marinas e o porto são locais para embarcações, não para os banhistas”, destaca Piva.
 
 
Dentre as dicas para os banhistas, o comandante ressalta. “Busque o balneário público no entorno do Lago para se banhar, observe os locais de sinalizações e boias, elas devem estar em pontos de fácil acesso e visíveis. Já para atividades com embarcações, só conduza se estiver habilitado e não esqueça de usar sempre o colete e não consumir bebidas alcoólicas. Respeite a sinalização de segurança”, alerta Piva. 
 
 
O Consórcio Itá reforça a preocupação com a segurança dos visitantes na área do reservatório da UHE Itá e também orienta sobre alguns cuidados:
 
 
• Procure áreas de banhos demarcadas e reconhecidas; 
• Ao entrar na água redobre os cuidados;
• Nade apenas em locais sinalizados;
• Fique muito atento as crianças, de preferência vista coletes salvas vidas;
• Se ingerir bebida alcoólica não entre na água, nem dirija embarcações;
• Após churrascos recolhas os resíduos e apague a fogueira.
• Ao pilotar embarcações, respeite a área de banhistas;
• Em caso de afogamento, evite tentar o resgate, faça o uso da boia, e procure um salva-vidas;
 
 
Opção no lado gaúcho 
 
 
Entre os municípios lindeiros ao reservatório da Usina Hidrelétrica Itá, o município de Mariano Moro, no Rio Grande do Sul, também mantém uma prainha artificial na beira do Lago. O local é mantido pela prefeitura e conta com rampa de acesso à água, boias de sinalização e segurança, faixa de areia, quiosque e churrasqueiras. O espaço não conta com guarda-vidas, mas possui placa orientativa quanto aos cuidados ao usar o Lago. 
 
 
(Fonte: Deizy Marcon/Especial)