Região

15 jun 22 | 17h14 Por Sérgio Luiz

Autoridades de saúde confirmam óbito de paciente de Irani por dengue

Com isso, região chega a cinco óbitos somente neste ano de 2022

Autoridades de saúde confirmam óbito de paciente de Irani  por dengue
Imprimir

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica regional confirmou a primeira morte por complicações pela dengue no município de Irani. Trata-se de um homem de 40 anos, que faleceu no dia 24 do mês passado e o óbito estava em investigação. A confirmação se deu no fim da manhã desta quarta-feira, dia 15. Com isso, a Amauc chega a cinco mortes provocadas pela dengue. Conforme já informado pela Aliança FM, foram duas mortes em Itá e outras dua em Concórdia. Porém, esse número poderá chegar a seis, já que em Seara, um dos óbitos ocorridos em março e que havia sido descartado, poderá ser reconsiderado pelos órgãos de saúde. Esse paciente esteve internado e faleceu após 20 dias de alta médica. A família estaria contestando a inserção desse óbito na estatística.


A região ainda investiga outras três óbitos, sendo em Seara, Concórdia e Arabutã. Os dados devem ser publicados no boletim da Dive estadual nesta semana.


Concórdia segue liderando o rancking de casos confirmadados de dengue em 2022com 4.992 seguido; por Seara com 1.742 e Itá com 1.123. Na sequência aparece Xavantina com 140 casos, Peritiba com 103, Ipumirim 81, Piratuba com 26, Alto Bela Vista com 25, Arabutã com 23, Irani com 7, Ipira com 5, Lindóia do Sul com 4 e Presidente Castello Branco com 2.

15 jun 22 | 17h14 Por Sérgio Luiz

Autoridades de saúde confirmam óbito de paciente de Irani por dengue

Com isso, região chega a cinco óbitos somente neste ano de 2022

Autoridades de saúde confirmam óbito de paciente de Irani  por dengue

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica regional confirmou a primeira morte por complicações pela dengue no município de Irani. Trata-se de um homem de 40 anos, que faleceu no dia 24 do mês passado e o óbito estava em investigação. A confirmação se deu no fim da manhã desta quarta-feira, dia 15. Com isso, a Amauc chega a cinco mortes provocadas pela dengue. Conforme já informado pela Aliança FM, foram duas mortes em Itá e outras dua em Concórdia. Porém, esse número poderá chegar a seis, já que em Seara, um dos óbitos ocorridos em março e que havia sido descartado, poderá ser reconsiderado pelos órgãos de saúde. Esse paciente esteve internado e faleceu após 20 dias de alta médica. A família estaria contestando a inserção desse óbito na estatística.


A região ainda investiga outras três óbitos, sendo em Seara, Concórdia e Arabutã. Os dados devem ser publicados no boletim da Dive estadual nesta semana.


Concórdia segue liderando o rancking de casos confirmadados de dengue em 2022com 4.992 seguido; por Seara com 1.742 e Itá com 1.123. Na sequência aparece Xavantina com 140 casos, Peritiba com 103, Ipumirim 81, Piratuba com 26, Alto Bela Vista com 25, Arabutã com 23, Irani com 7, Ipira com 5, Lindóia do Sul com 4 e Presidente Castello Branco com 2.