Região

21 ago 19 | 6h30 Por Cristiano Mortari

Audiência pública vai apresentar projeto de expansão do perímetro urbano de Peritiba

Encontro vai detalhar as possibilidades que proprietários terão

Audiência pública vai apresentar projeto de expansão do perímetro urbano de Peritiba
Imprimir

Uma audiência pública será realizada no dia 27 deste mês, às 19h30 no Centro de Convivência dos Idosos de Peritiba. Na pauta, as possibilidades de expansão da área urbana do município. O projeto é do Executivo e a audiência será realizada pelo Legislativo, para que as autoridades e a população conheçam os detalhes e os objetivos da possível expansão.


Toda a população poderá participar, mas os organizadores destacam que é importante que moradores e proprietários de terrenos da área que poderá ser expandida, marquem presença na audiência. “É o momento para que todos saibam dos detalhes e tirem as dúvidas. Tudo será explicado na Audiência e por isso precisamos que a população participe”, convida o vereador Ozair Vieira de Brito, que é o presidente da Comissão de Redação e Justiça do Legislativo. “É um projeto que gera dúvidas, então estamos reforçando o convite”, ressalta.


A área que terá a possibilidade de ser transformada em perímetro urbano inicia na divisa com Alto Bela Vista e vai até a área industrial de Peritiba, com 451,28 hectares. Cerca de 70 propriedades estão nesta área. Brito explica que a aprovação do projeto não significa que as propriedades vão simplesmente se transformar em perímetro urbano. “O projeto prevê ampliação de uma área que pode se tornar urbana. Depois de aprovado, o proprietário que tiver interesse em juntar sua propriedade ao perímetro urbano, poderá solicitar. Ou seja, esse projeto vai dar esta possibilidade, mas não obriga ninguém a transformar a propriedade em área urbana. Quem quiser, pode continuar com as atividades atuais”, esclarece o vereador.


Ele também destaca que o projeto entrou no Legislativo há cerca de 30 dias e que se for aprovado, pode resolver uma demanda de vários moradores. “Há várias solicitações para que o município dê essa possibilidade de transformar algumas áreas rurais em urbanas, principalmente porque existem muitos terrenos fracionados e sem escritura. Isso porque para escriturar uma propriedade no interior, ela precisa ter no mínimo 30 mil metros quadrados”, explica Ozair. “Já fizemos a análise inicial. Agora teremos a audiência e acredito que em dois meses o projeto seja votado”, adianta. 


21 ago 19 | 6h30 Por Cristiano Mortari

Audiência pública vai apresentar projeto de expansão do perímetro urbano de Peritiba

Encontro vai detalhar as possibilidades que proprietários terão

Audiência pública vai apresentar projeto de expansão do perímetro urbano de Peritiba

Uma audiência pública será realizada no dia 27 deste mês, às 19h30 no Centro de Convivência dos Idosos de Peritiba. Na pauta, as possibilidades de expansão da área urbana do município. O projeto é do Executivo e a audiência será realizada pelo Legislativo, para que as autoridades e a população conheçam os detalhes e os objetivos da possível expansão.


Toda a população poderá participar, mas os organizadores destacam que é importante que moradores e proprietários de terrenos da área que poderá ser expandida, marquem presença na audiência. “É o momento para que todos saibam dos detalhes e tirem as dúvidas. Tudo será explicado na Audiência e por isso precisamos que a população participe”, convida o vereador Ozair Vieira de Brito, que é o presidente da Comissão de Redação e Justiça do Legislativo. “É um projeto que gera dúvidas, então estamos reforçando o convite”, ressalta.


A área que terá a possibilidade de ser transformada em perímetro urbano inicia na divisa com Alto Bela Vista e vai até a área industrial de Peritiba, com 451,28 hectares. Cerca de 70 propriedades estão nesta área. Brito explica que a aprovação do projeto não significa que as propriedades vão simplesmente se transformar em perímetro urbano. “O projeto prevê ampliação de uma área que pode se tornar urbana. Depois de aprovado, o proprietário que tiver interesse em juntar sua propriedade ao perímetro urbano, poderá solicitar. Ou seja, esse projeto vai dar esta possibilidade, mas não obriga ninguém a transformar a propriedade em área urbana. Quem quiser, pode continuar com as atividades atuais”, esclarece o vereador.


Ele também destaca que o projeto entrou no Legislativo há cerca de 30 dias e que se for aprovado, pode resolver uma demanda de vários moradores. “Há várias solicitações para que o município dê essa possibilidade de transformar algumas áreas rurais em urbanas, principalmente porque existem muitos terrenos fracionados e sem escritura. Isso porque para escriturar uma propriedade no interior, ela precisa ter no mínimo 30 mil metros quadrados”, explica Ozair. “Já fizemos a análise inicial. Agora teremos a audiência e acredito que em dois meses o projeto seja votado”, adianta.