Região

24 abr 21 | 14h13 Por Jocimar Soares

Amauc registrou mais de R$ 144 milhões de prejuízos com a estiagem em 2020

Números foram divulgados na última sexta-feira, dia 23, pela Defesa Civil

Amauc registrou mais de R$ 144 milhões de prejuízos com a estiagem em 2020
Imprimir

O longo período de seca deixou um prejuízo de mais de R$ 144 milhões de reais no Alto Uruguai de Santa Catarina no ano de 2020. Os dados fazem parte do Relatório Gerencial do Sistema de Informações de Desastres, mantido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, através da Defesa Civil Nacional. As informações foram publicadas na sexta-feira, dia 23.


Em números exatos, os prejuízos são relativos às perdas na agricultura, pecuária e com relação ao transporte de água para dessedentação animal ou humana.


As perdas no campo nos municípios da microrregião em 2020 foram:


Alto Bela Vista: R$ 730.080,00 (agricultura) e R$ 2.396.280,00 (pecuária);

Arabutã: R$ 7.417.000,00 (agricultura) e R$ 2.614.570,60 (pecuária);

Concórdia: R$ 8.448.000,00 (agricultura) e R$ 4.277.552,50 (pecuária);

Ipira: R$ 1.470.560,00 (agricultura) e R$ 1.405.000,00 (pecuária);

Ipumirim: R$ 4.135.740,00 (agricultura) e R$ 1.820.750,00 (pecuária);

Irani: R$ 300.000,00 (agricultura) e R$ 500.000,00 (pecuária);

Itá: R$ 27.298.446,98 (agricultura) e R$ 3.276.000,00 (pecuária);

Jaborá: R$ 12.500.025,00 (agricultura) e R$ 3.630.100,00 (pecuária);

Lindóia do Sul: R$ 2.787.180,00 (pecuária);

Peritiba: R$ 1.346.500,00 (agricultura) e R$ 307.000,00 (pecuária);

Piratuba: R$ 18.472,80 (agricultura) e R$ 994.950,87 (pecuária);

Presidente Castello Branco: R$ 2.233.200,00 (agricultura) e R$ 4.070.286,24 (pecuária);

Seara: R$ 30.744.000,00 (agricultura) e R$ 13.736.000,00 (pecuária);

Xavantina: R$ 2.386.061,00 (agricultura) e R$ 1.648.861,11 (pecuária).


Sobre os custos com o transporte de água em 2020 para dessedentação animal, os municípios reportaram à Defesa Civil:


Arabutã: R$ 332.000,00;

Concórdia: R$ 214.912,78;

Ipira: R$ 84.580,00;

Ipumirim: R$ 204.376,00;

Itá: R$ 207.368,18;

Jaborá: R$ 179.885,00;

Lindóia do Sul: R$ 283.806,16;

Peritiba: R$ 45.456,98;

Piratuba: R$ 20.000,00;

Presidente Castello Branco: R$ 29.941,80;

Seara: R$ 129.524,65;

Xavantina: R$ 120.805,79.


Os municípios de Irani e Alto Bela Vista não reportaram valores.

24 abr 21 | 14h13 Por Jocimar Soares

Amauc registrou mais de R$ 144 milhões de prejuízos com a estiagem em 2020

Números foram divulgados na última sexta-feira, dia 23, pela Defesa Civil

Amauc registrou mais de R$ 144 milhões de prejuízos com a estiagem em 2020

O longo período de seca deixou um prejuízo de mais de R$ 144 milhões de reais no Alto Uruguai de Santa Catarina no ano de 2020. Os dados fazem parte do Relatório Gerencial do Sistema de Informações de Desastres, mantido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, através da Defesa Civil Nacional. As informações foram publicadas na sexta-feira, dia 23.


Em números exatos, os prejuízos são relativos às perdas na agricultura, pecuária e com relação ao transporte de água para dessedentação animal ou humana.


As perdas no campo nos municípios da microrregião em 2020 foram:


Alto Bela Vista: R$ 730.080,00 (agricultura) e R$ 2.396.280,00 (pecuária);

Arabutã: R$ 7.417.000,00 (agricultura) e R$ 2.614.570,60 (pecuária);

Concórdia: R$ 8.448.000,00 (agricultura) e R$ 4.277.552,50 (pecuária);

Ipira: R$ 1.470.560,00 (agricultura) e R$ 1.405.000,00 (pecuária);

Ipumirim: R$ 4.135.740,00 (agricultura) e R$ 1.820.750,00 (pecuária);

Irani: R$ 300.000,00 (agricultura) e R$ 500.000,00 (pecuária);

Itá: R$ 27.298.446,98 (agricultura) e R$ 3.276.000,00 (pecuária);

Jaborá: R$ 12.500.025,00 (agricultura) e R$ 3.630.100,00 (pecuária);

Lindóia do Sul: R$ 2.787.180,00 (pecuária);

Peritiba: R$ 1.346.500,00 (agricultura) e R$ 307.000,00 (pecuária);

Piratuba: R$ 18.472,80 (agricultura) e R$ 994.950,87 (pecuária);

Presidente Castello Branco: R$ 2.233.200,00 (agricultura) e R$ 4.070.286,24 (pecuária);

Seara: R$ 30.744.000,00 (agricultura) e R$ 13.736.000,00 (pecuária);

Xavantina: R$ 2.386.061,00 (agricultura) e R$ 1.648.861,11 (pecuária).


Sobre os custos com o transporte de água em 2020 para dessedentação animal, os municípios reportaram à Defesa Civil:


Arabutã: R$ 332.000,00;

Concórdia: R$ 214.912,78;

Ipira: R$ 84.580,00;

Ipumirim: R$ 204.376,00;

Itá: R$ 207.368,18;

Jaborá: R$ 179.885,00;

Lindóia do Sul: R$ 283.806,16;

Peritiba: R$ 45.456,98;

Piratuba: R$ 20.000,00;

Presidente Castello Branco: R$ 29.941,80;

Seara: R$ 129.524,65;

Xavantina: R$ 120.805,79.


Os municípios de Irani e Alto Bela Vista não reportaram valores.