Região

26 jul 22 | 9h46 Por Jocimar Soares

Amauc cria mais de 90 postos formais de trabalho em maio de 2022

Dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged

Amauc cria mais de 90 postos formais de trabalho em maio de 2022
Imprimir

Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo Federal, os 14 municípios do Alto Uruguai de Santa Catarina tiveram juntos saldo positivo de 90 postos formais de trabalho criados no mês de maio desse ano. Nesse período foram 2.196 contratações e 2.106 desligamentos.


Na microrregião, três cidades tiveram saldo negativo, sendo Ipumirim (-17), Itá (-3) e Seara (-49).


As cidades de Peritiba e Presidente Castello Branco tiveram saldo zero.


Ficaram no azul no quinto mês do ano, as cidades de Alto Bela Vista (1), Arabutã (23), Concórdia (73), Ipira (1), Irani (40), Jaborá (1), Lindóia do Sul (1), Piratuba (13) e Xavantina (6).


Os setores de serviços e comércio tiveram saldo positivo, cada, de 36 postos criados em maio desse ano em toda a microrregião, seguido pela construção (20). Tiveram saldo negativo os setores agropecuário (-20) e Indústria (-85).


26 jul 22 | 9h46 Por Jocimar Soares

Amauc cria mais de 90 postos formais de trabalho em maio de 2022

Dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged

Amauc cria mais de 90 postos formais de trabalho em maio de 2022

Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo Federal, os 14 municípios do Alto Uruguai de Santa Catarina tiveram juntos saldo positivo de 90 postos formais de trabalho criados no mês de maio desse ano. Nesse período foram 2.196 contratações e 2.106 desligamentos.


Na microrregião, três cidades tiveram saldo negativo, sendo Ipumirim (-17), Itá (-3) e Seara (-49).


As cidades de Peritiba e Presidente Castello Branco tiveram saldo zero.


Ficaram no azul no quinto mês do ano, as cidades de Alto Bela Vista (1), Arabutã (23), Concórdia (73), Ipira (1), Irani (40), Jaborá (1), Lindóia do Sul (1), Piratuba (13) e Xavantina (6).


Os setores de serviços e comércio tiveram saldo positivo, cada, de 36 postos criados em maio desse ano em toda a microrregião, seguido pela construção (20). Tiveram saldo negativo os setores agropecuário (-20) e Indústria (-85).