Região

25 out 21 | 7h45 Por Cristiano Mortari

Acusado de matar homem em Paial em 2020 será julgado nesta terça-feira, dia 26

Segundo o processo, ele teria matado outro homem com golpes de facão. O julgamento será realizado em Itá

Acusado de matar homem em Paial em 2020 será julgado nesta terça-feira, dia 26
Imprimir

Jeová Iran Leiser, acusado de matar Elton Lucas Pereira em novembro do ano passado no interior de Paial, será julgado nesta terça-feira, dia 26. O Julgamento será realizado a partir das 9h, na Câmara de Vereadores em Itá.


Conforme denúncia do Ministério Público, o crime aconteceu no dia 1º de novembro de 2020, por volta das 23h, em um Camping no interior de Paial. O denunciado Jeová Iran Leiser, teria desferido diversos golpes de facão contra a vítima, que morreu.

 

Ainda segundo o MP, após agredir a vítima, o denunciado entrou em seu veículo e passou por cima dela com um automóvel. Em seguida fugiu em direção a Chapecó.

 

No julgamento o denunciado será defendido pelos advogados Alexandre Santos Correia de Amorim e Adriana Maria Gottardi. Na acusação o Ministério Público será representado pela promotora Aline Boschi Moreira. A sessão será presidida pelo juiz Rodrigo Clímaco José.

25 out 21 | 7h45 Por Cristiano Mortari

Acusado de matar homem em Paial em 2020 será julgado nesta terça-feira, dia 26

Segundo o processo, ele teria matado outro homem com golpes de facão. O julgamento será realizado em Itá

Acusado de matar homem em Paial em 2020 será julgado nesta terça-feira, dia 26

Jeová Iran Leiser, acusado de matar Elton Lucas Pereira em novembro do ano passado no interior de Paial, será julgado nesta terça-feira, dia 26. O Julgamento será realizado a partir das 9h, na Câmara de Vereadores em Itá.


Conforme denúncia do Ministério Público, o crime aconteceu no dia 1º de novembro de 2020, por volta das 23h, em um Camping no interior de Paial. O denunciado Jeová Iran Leiser, teria desferido diversos golpes de facão contra a vítima, que morreu.

 

Ainda segundo o MP, após agredir a vítima, o denunciado entrou em seu veículo e passou por cima dela com um automóvel. Em seguida fugiu em direção a Chapecó.

 

No julgamento o denunciado será defendido pelos advogados Alexandre Santos Correia de Amorim e Adriana Maria Gottardi. Na acusação o Ministério Público será representado pela promotora Aline Boschi Moreira. A sessão será presidida pelo juiz Rodrigo Clímaco José.