Política

08 abr 21 | 9h10 Por Jocimar Soares

Wagner Simioni sugere a implantação Lei de Incentivo Fiscal e Econômico no setor de turismo

Assunto foi abordado nesta semana na Câmara de Vereadores

Wagner Simioni sugere a implantação Lei de Incentivo Fiscal e Econômico no setor de turismo
Imprimir

A sugestão foi feita pelo vereador Wagner Simioni (PSDB), nesta quarta-feira (07). O vereador exemplificou que este comprovado o potencial de Turismo em várias áreas o município. Citou o destaque do Turismo Rural, de Negócios, Religioso, de utilização dos mais de 300 quilômetros de margem das águas do lago da Hidrelétrica de Ita, das Águas Termais e de Eventos, e especialmente envolvendo o meio ambiente, entre outros.


Para desenvolver e crescer o empreendedor precisa ter no município um parceiro que está ao seu lado no desenvolvimento de Projetos sustentáveis, para geração de emprego e renda. Para cumprir a Visão do Plano Municipal de Turismo: “Concórdia será reconhecida, em 2025, como um dos principais destinos turísticos do interior de Santa Catarina e uma referência em sustentabilidade e desenvolvimento integrado é preciso apoiar os investidores”, argumentou.


(Fonte: Ederson Vilas Bôas/Ascom/CVC)

08 abr 21 | 9h10 Por Jocimar Soares

Wagner Simioni sugere a implantação Lei de Incentivo Fiscal e Econômico no setor de turismo

Assunto foi abordado nesta semana na Câmara de Vereadores

Wagner Simioni sugere a implantação Lei de Incentivo Fiscal e Econômico no setor de turismo

A sugestão foi feita pelo vereador Wagner Simioni (PSDB), nesta quarta-feira (07). O vereador exemplificou que este comprovado o potencial de Turismo em várias áreas o município. Citou o destaque do Turismo Rural, de Negócios, Religioso, de utilização dos mais de 300 quilômetros de margem das águas do lago da Hidrelétrica de Ita, das Águas Termais e de Eventos, e especialmente envolvendo o meio ambiente, entre outros.


Para desenvolver e crescer o empreendedor precisa ter no município um parceiro que está ao seu lado no desenvolvimento de Projetos sustentáveis, para geração de emprego e renda. Para cumprir a Visão do Plano Municipal de Turismo: “Concórdia será reconhecida, em 2025, como um dos principais destinos turísticos do interior de Santa Catarina e uma referência em sustentabilidade e desenvolvimento integrado é preciso apoiar os investidores”, argumentou.


(Fonte: Ederson Vilas Bôas/Ascom/CVC)