Política

06 out 21 | 13h19 Por Jocimar Soares

Lenir pede desapropriação de terreno para ampliação da escola Imigrantes

Sessão foi acompanhada por pais e alunos do educandário

Lenir pede desapropriação de terreno para ampliação da escola Imigrantes
Imprimir

A vereadora, Lenir Comin, do PSDB, apresentou Indicação, onde sugeriu ao Poder Executivo Municipal, a desapropriação do terreno Lote nº 69, da quadra F, localizado à Rua Emilio Tomaz Farina nº 159, Bairro Imigrantes. A área tem 390 metros quadrados. Conforme Lenir, o objetivo do pedido é para fins de ampliação da Escola de Educação Básica Municipal Imigrantes, no Bairro Imigrantes. 


Vários pais de alunos e moradores do bairro estiveram no Plenário acompanhando a sessão. A vereadora argumentou que o pedido melhorará o atendimento da demanda daquela Comunidade que há vários anos tenta, junto ao Município, encontrar uma solução para ampliar o espaço físico e oferecer melhores condições de trabalho aos profissionais e aos alunos. "Também, sabe-se que existe demanda, hoje são 394 alunos frequentando o Educandário que atingiu lotação máxima. Por outro lado, a Unidade do Bairro Cinquentenário atende até o 5º ano, é muito próximo do Bairro Imigrantes e naturalmente os alunos seriam absorvidos, porém, por falta de espaço físico os alunos precisam se deslocar e procurar Escolas no Centro, ou por vezes até em outros bairros", explicou.


(Fonte: Ederson Vilas Bôas/Ascom/CVC)


06 out 21 | 13h19 Por Jocimar Soares

Lenir pede desapropriação de terreno para ampliação da escola Imigrantes

Sessão foi acompanhada por pais e alunos do educandário

Lenir pede desapropriação de terreno para ampliação da escola Imigrantes

A vereadora, Lenir Comin, do PSDB, apresentou Indicação, onde sugeriu ao Poder Executivo Municipal, a desapropriação do terreno Lote nº 69, da quadra F, localizado à Rua Emilio Tomaz Farina nº 159, Bairro Imigrantes. A área tem 390 metros quadrados. Conforme Lenir, o objetivo do pedido é para fins de ampliação da Escola de Educação Básica Municipal Imigrantes, no Bairro Imigrantes. 


Vários pais de alunos e moradores do bairro estiveram no Plenário acompanhando a sessão. A vereadora argumentou que o pedido melhorará o atendimento da demanda daquela Comunidade que há vários anos tenta, junto ao Município, encontrar uma solução para ampliar o espaço físico e oferecer melhores condições de trabalho aos profissionais e aos alunos. "Também, sabe-se que existe demanda, hoje são 394 alunos frequentando o Educandário que atingiu lotação máxima. Por outro lado, a Unidade do Bairro Cinquentenário atende até o 5º ano, é muito próximo do Bairro Imigrantes e naturalmente os alunos seriam absorvidos, porém, por falta de espaço físico os alunos precisam se deslocar e procurar Escolas no Centro, ou por vezes até em outros bairros", explicou.


(Fonte: Ederson Vilas Bôas/Ascom/CVC)