Política

14 abr 21 | 19h31 Por Jocimar Soares

Justiça determina cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco

Sentença foi proferida na noite desta quarta-feira, dia 14, pelo juiz eleitoral Ildo Fabris Júnior

Justiça determina cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco
Imprimir

O juiz da 9ª Zona Eleitoral da Comarca de Concórdia, Ildo Fabris Júnior, acatou a recomendação do Ministério Público e determinou a cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco, Tarcílio Secco e Ademir Pedro Toniello, por irregularidades cometidas durante a campanha política das eleições municipais de 2020. A sentença foi proferida no começo da noite desta quarta-feira, dia 14. No despacho, a Justiça também pede a inelegibilidade dos réus pelo período de oito anos, a partir de 2020.Essa mesma punição que se aplica a Ademir Domingos Miotto, ex-prefeito e hoje secretário Municipal de Administração. Dessa decisão ainda cabe recurso. O magistrado também destermina novas eleições no município.


A decisão é fruto de ação movida pelo Partido Social Cristão, que compôs a chapa derrotada no último pleito, pelos supostos crimes de captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico; realização de reuniões político partidárias pela coligação vencedora pautadas sob o pretexto de prestação de contas; oferta de valores em dinheiro para que eleitores do município deixassem de comparecer às urnas para votar; compra de votos; distribuição gratuita de bebidas; ameaças a suinocultures integrados em empresa do município, cujos proprietários eram apoiadores da campanha dos réus; distribuição gratuita de brita; e ameaças a empresários para que desmentissem afirmações feitas pela campanha adversária.


Os réus também foram condenados ao pagamento de multa. Dessa sentença, ainda cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral.


14 abr 21 | 19h31 Por Jocimar Soares

Justiça determina cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco

Sentença foi proferida na noite desta quarta-feira, dia 14, pelo juiz eleitoral Ildo Fabris Júnior

Justiça determina cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco

O juiz da 9ª Zona Eleitoral da Comarca de Concórdia, Ildo Fabris Júnior, acatou a recomendação do Ministério Público e determinou a cassação do diploma do prefeito e vice de Presidente Castello Branco, Tarcílio Secco e Ademir Pedro Toniello, por irregularidades cometidas durante a campanha política das eleições municipais de 2020. A sentença foi proferida no começo da noite desta quarta-feira, dia 14. No despacho, a Justiça também pede a inelegibilidade dos réus pelo período de oito anos, a partir de 2020.Essa mesma punição que se aplica a Ademir Domingos Miotto, ex-prefeito e hoje secretário Municipal de Administração. Dessa decisão ainda cabe recurso. O magistrado também destermina novas eleições no município.


A decisão é fruto de ação movida pelo Partido Social Cristão, que compôs a chapa derrotada no último pleito, pelos supostos crimes de captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico; realização de reuniões político partidárias pela coligação vencedora pautadas sob o pretexto de prestação de contas; oferta de valores em dinheiro para que eleitores do município deixassem de comparecer às urnas para votar; compra de votos; distribuição gratuita de bebidas; ameaças a suinocultures integrados em empresa do município, cujos proprietários eram apoiadores da campanha dos réus; distribuição gratuita de brita; e ameaças a empresários para que desmentissem afirmações feitas pela campanha adversária.


Os réus também foram condenados ao pagamento de multa. Dessa sentença, ainda cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral.