Política

31 mai 21 | 12h17 Por Jocimar Soares

Justiça cassa diploma do prefeito e vice de Xavantina

Decisão foi tomada em primeira instância por supostos crimes de abuso do poder econômico e compra de votos

Justiça cassa diploma do prefeito e vice de Xavantina
Imprimir

A Justiça Eleitoral da Comarca de Seara determinou a cassação dos diplomas do prefeito de Xavantina, Ari Parisotto, do PL, e do vice Ariel Malacarne, PT. A coligação vencedora das eleições municipais de 2020 no município foi denunciada pela prática de abuso de poder econômico na compra de votos./ O julgamento foi feito nos últimos dias.


O juiz eleitoral, Ildo Fabris Junior, também determinou a realização de novas eleições no município e tornou inelegíveis o prefeito Ari Parisotto, Mauro Junes Poletto e o coordenador da campanha, Elizeo Pinzetta/ Nessa decisão, também houve condenação do pagamento de multa de mil UFIRs do prefeito, vice, mais Elizeo Pinzetta e o ex-prefeito Mauro Poletto.


Cabe recurso da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral. Enquanto o recurso não for analisado, o prefeito e o vice devem ser mantidos no cargo.


(Com informações da Belos F7)


31 mai 21 | 12h17 Por Jocimar Soares

Justiça cassa diploma do prefeito e vice de Xavantina

Decisão foi tomada em primeira instância por supostos crimes de abuso do poder econômico e compra de votos

Justiça cassa diploma do prefeito e vice de Xavantina

A Justiça Eleitoral da Comarca de Seara determinou a cassação dos diplomas do prefeito de Xavantina, Ari Parisotto, do PL, e do vice Ariel Malacarne, PT. A coligação vencedora das eleições municipais de 2020 no município foi denunciada pela prática de abuso de poder econômico na compra de votos./ O julgamento foi feito nos últimos dias.


O juiz eleitoral, Ildo Fabris Junior, também determinou a realização de novas eleições no município e tornou inelegíveis o prefeito Ari Parisotto, Mauro Junes Poletto e o coordenador da campanha, Elizeo Pinzetta/ Nessa decisão, também houve condenação do pagamento de multa de mil UFIRs do prefeito, vice, mais Elizeo Pinzetta e o ex-prefeito Mauro Poletto.


Cabe recurso da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral. Enquanto o recurso não for analisado, o prefeito e o vice devem ser mantidos no cargo.


(Com informações da Belos F7)