Política

25 jun 19 | 13h43 Por Analu Slongo

Bancada do PT faz pedido de informações sobre financiamentos da Prefeitura de Concórdia

Mauro Fretta (PSB) diz que juros nos últimos equipamentos adquiridos vão passar de R$ 1,3 milhão

Bancada do PT faz pedido de informações sobre financiamentos da Prefeitura de Concórdia
Escute
Imprimir

Os financiamentos feitos pelo governo municipal de Concórdia para a aquisição de equipamentos e realização de obras têm chamado a atenção de alguns dos vereadores. Na sessão desta terça-feira, 25 de junho, a bancada do PT apresentou um pedido de informações sobre os empréstimos bancários realizados no período de 2001 a 2019.


O assunto foi levado à tribuna pelo petista Evandro Pegoraro, que afirmou que a Prefeitura de Concórdia possui R$ 82 milhões em caixa. “Queremos entender qual é a lógica de ter dinheiro em caixa e contrair financiamentos e pagar juros”.


O presidente do Legislativo, Mauro Fretta (PSB), cita que no caso das últimas máquinas adquiridas irá se pagar mais de R$ 1 milhão em juros do financiamento. “Ninguém falou que desses R$ 4,5 milhões em equipamentos a prefeitura financiou em 54 meses com seis meses de carência para começar a pagar. Os juros que serão pagos nesses meses ultrapassam R$ 1,3 milhão”, pontua. Os vereadores da base governista não se manifestaram sobre este assunto.


25 jun 19 | 13h43 Por Analu Slongo

Bancada do PT faz pedido de informações sobre financiamentos da Prefeitura de Concórdia

Mauro Fretta (PSB) diz que juros nos últimos equipamentos adquiridos vão passar de R$ 1,3 milhão

Bancada do PT faz pedido de informações sobre financiamentos da Prefeitura de Concórdia

Os financiamentos feitos pelo governo municipal de Concórdia para a aquisição de equipamentos e realização de obras têm chamado a atenção de alguns dos vereadores. Na sessão desta terça-feira, 25 de junho, a bancada do PT apresentou um pedido de informações sobre os empréstimos bancários realizados no período de 2001 a 2019.


O assunto foi levado à tribuna pelo petista Evandro Pegoraro, que afirmou que a Prefeitura de Concórdia possui R$ 82 milhões em caixa. “Queremos entender qual é a lógica de ter dinheiro em caixa e contrair financiamentos e pagar juros”.


O presidente do Legislativo, Mauro Fretta (PSB), cita que no caso das últimas máquinas adquiridas irá se pagar mais de R$ 1 milhão em juros do financiamento. “Ninguém falou que desses R$ 4,5 milhões em equipamentos a prefeitura financiou em 54 meses com seis meses de carência para começar a pagar. Os juros que serão pagos nesses meses ultrapassam R$ 1,3 milhão”, pontua. Os vereadores da base governista não se manifestaram sobre este assunto.