Polícia

22 fev 21 | 17h14 Por André Krüger

Primeiro júri popular de 2021 acontece nesta terça-feira em Concórdia

Réu é acusado de tentativa de homicídio contra um policial

Primeiro júri popular de 2021 acontece nesta terça-feira em Concórdia
Imprimir

Acontece nesta terça-feira, dia 23, a partir das 9h no Fórum da Comarca de Concórdia o primeiro Júri Popular de 2021. A Sessão será para julgamento de um homem que responde por tentativa de homicídio contra um policial militar. O caso aconteceu em outubro de 2019, no Distrito de Tamanduá, durante ocorrência de roubo. O tribunal será presidido pelo juiz Hildo Fabris Júnior; na acusação atuará o promotor João Paulo de Andrade; e na defesa advogada Camila Raquel Hilgert. 


Na ocasião dos fatos, o autor estava sendo perseguido pelos policiais por ter praticado roubo contra uma mulher, horas antes. Na fuga, o criminoso se deparou com uma barreira policial, momento em que projetou o carro contra o soldado, que não foi atingido porque conseguiu desviar. Em seguida ele foi preso.


Desde então, o réu está detido e vai ser julgado pelos crimes de tentativa de homicídio e roubo.


O Júri não terá a presença de público devido aos protocolos de segurança da pandemia da Covid-19.

22 fev 21 | 17h14 Por André Krüger

Primeiro júri popular de 2021 acontece nesta terça-feira em Concórdia

Réu é acusado de tentativa de homicídio contra um policial

Primeiro júri popular de 2021 acontece nesta terça-feira em Concórdia

Acontece nesta terça-feira, dia 23, a partir das 9h no Fórum da Comarca de Concórdia o primeiro Júri Popular de 2021. A Sessão será para julgamento de um homem que responde por tentativa de homicídio contra um policial militar. O caso aconteceu em outubro de 2019, no Distrito de Tamanduá, durante ocorrência de roubo. O tribunal será presidido pelo juiz Hildo Fabris Júnior; na acusação atuará o promotor João Paulo de Andrade; e na defesa advogada Camila Raquel Hilgert. 


Na ocasião dos fatos, o autor estava sendo perseguido pelos policiais por ter praticado roubo contra uma mulher, horas antes. Na fuga, o criminoso se deparou com uma barreira policial, momento em que projetou o carro contra o soldado, que não foi atingido porque conseguiu desviar. Em seguida ele foi preso.


Desde então, o réu está detido e vai ser julgado pelos crimes de tentativa de homicídio e roubo.


O Júri não terá a presença de público devido aos protocolos de segurança da pandemia da Covid-19.