Polícia

10 mai 22 | 11h29 Por Jocimar Soares

PRF apreende carga milionária de cocaína em Chapecó

Ação foi registrada na noite da segunda-feira, dia 9

PRF apreende carga milionária de cocaína em Chapecó
Imprimir

A Polícia Rodoviária Federal flagrou apreendeu uma carga milionária de cocaína na grande região. O fato foi registrado na noite da segunda-feira, dia 9, na BR 480, em Chapecó. Na ocasião foram achados quase 22 quilos de cocaína em um veículo com placas de Foz do Iguaçú, Paraná. Um casal estava no veículo.


De acordo com a PRF, durante a abordagem os dois ocupantes teriam demonstrado excesso de nervosismo e contradições. Os agentes fizeram uma revista detalhada no carro e foram achadas duas barras de cocaína, pesando dois quilos no compartimento do motor. No tanque de combustível, mais 20 tabletes. No total, 21,9 kg de entorpecente foi apreendido.


O homem de 39 anos revelou que pegou a carga no município de Francisco Beltrão e entregaria em Chapecó. A mulher, de 20 ano, permaneceu calada. A carga poderia render R$ 4 milhões.

10 mai 22 | 11h29 Por Jocimar Soares

PRF apreende carga milionária de cocaína em Chapecó

Ação foi registrada na noite da segunda-feira, dia 9

PRF apreende carga milionária de cocaína em Chapecó

A Polícia Rodoviária Federal flagrou apreendeu uma carga milionária de cocaína na grande região. O fato foi registrado na noite da segunda-feira, dia 9, na BR 480, em Chapecó. Na ocasião foram achados quase 22 quilos de cocaína em um veículo com placas de Foz do Iguaçú, Paraná. Um casal estava no veículo.


De acordo com a PRF, durante a abordagem os dois ocupantes teriam demonstrado excesso de nervosismo e contradições. Os agentes fizeram uma revista detalhada no carro e foram achadas duas barras de cocaína, pesando dois quilos no compartimento do motor. No tanque de combustível, mais 20 tabletes. No total, 21,9 kg de entorpecente foi apreendido.


O homem de 39 anos revelou que pegou a carga no município de Francisco Beltrão e entregaria em Chapecó. A mulher, de 20 ano, permaneceu calada. A carga poderia render R$ 4 milhões.