Polícia

28 jun 20 | 22h31 Por Cristiano Mortari

Polícia Militar acaba com festa que reuniu aproximadamente 300 pessoas no interior Lindóia do Sul

Mesmo em tempo de pandemia, o evento aconteceu e desrespeitou inúmeras determinações de prevenção à Covid-19

Polícia Militar acaba com festa que reuniu aproximadamente 300 pessoas no interior Lindóia do Sul
Imprimir

Uma festa que reuniu cerca de 300 pessoas foi flagrada e interrompida pela Polícia Militar na madrugada de domingo, dia 28. O evento, que desrespeitava as recomendações de combate ao coronavírus, acontecia em Linha Sertãozinho, interior de Lindóia do Sul. Além de aglomeração, pessoas estavam sem máscaras no local.


De acordo com informações repassadas pela PM, denúncias sobre a festa e perturbação do sossego chegaram à Polícia por volta das 02h. Guarnições foram ao local e constataram que um evento realmente acontecia. Cerca de 80 carros e aproximadamente 300 pessoas estavam no local. Participavam pessoas de Lindóia do Sul e também de outras cidades.


Ainda segundo a PM, além de descumprir inúmeras normas do decreto estadual que proíbe aglomerações, a festa contava com som alto, que saia das caixas de som de alguns automóveis. Havia inclusive uma “competição de som automotivo”.


Os responsáveis pelo evento relataram às guarnições que a festa era uma comemoração de aniversário e que teria sido organizada para um pequeno grupo de pessoas, porém, o número de presentes saiu do controle e foi muito além do que estava programado.


Providências:

Mesmo com as “explicações”, os policiais interromperam a festa e vários procedimentos foram lavrados. Além dos organizadores, participantes também terão que prestar esclarecimentos às autoridades por estarem perturbando o sossego dos moradores locais e por desrespeitarem determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, neste caso, o coronavírus.


Medidas descumpridas na festa:

Os policiais constataram aglomeração, pelo números de pessoas e por não haver afastamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas. Participantes acessavam o ambiente livremente sem o uso de máscaras. As superfícies como mesas e cadeiras não eram higienizadas. Havia filas sem distanciamento mínimo e não havia álcool em gel 70% para a higienização pessoal. 

28 jun 20 | 22h31 Por Cristiano Mortari

Polícia Militar acaba com festa que reuniu aproximadamente 300 pessoas no interior Lindóia do Sul

Mesmo em tempo de pandemia, o evento aconteceu e desrespeitou inúmeras determinações de prevenção à Covid-19

Polícia Militar acaba com festa que reuniu aproximadamente 300 pessoas no interior Lindóia do Sul

Uma festa que reuniu cerca de 300 pessoas foi flagrada e interrompida pela Polícia Militar na madrugada de domingo, dia 28. O evento, que desrespeitava as recomendações de combate ao coronavírus, acontecia em Linha Sertãozinho, interior de Lindóia do Sul. Além de aglomeração, pessoas estavam sem máscaras no local.


De acordo com informações repassadas pela PM, denúncias sobre a festa e perturbação do sossego chegaram à Polícia por volta das 02h. Guarnições foram ao local e constataram que um evento realmente acontecia. Cerca de 80 carros e aproximadamente 300 pessoas estavam no local. Participavam pessoas de Lindóia do Sul e também de outras cidades.


Ainda segundo a PM, além de descumprir inúmeras normas do decreto estadual que proíbe aglomerações, a festa contava com som alto, que saia das caixas de som de alguns automóveis. Havia inclusive uma “competição de som automotivo”.


Os responsáveis pelo evento relataram às guarnições que a festa era uma comemoração de aniversário e que teria sido organizada para um pequeno grupo de pessoas, porém, o número de presentes saiu do controle e foi muito além do que estava programado.


Providências:

Mesmo com as “explicações”, os policiais interromperam a festa e vários procedimentos foram lavrados. Além dos organizadores, participantes também terão que prestar esclarecimentos às autoridades por estarem perturbando o sossego dos moradores locais e por desrespeitarem determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, neste caso, o coronavírus.


Medidas descumpridas na festa:

Os policiais constataram aglomeração, pelo números de pessoas e por não haver afastamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas. Participantes acessavam o ambiente livremente sem o uso de máscaras. As superfícies como mesas e cadeiras não eram higienizadas. Havia filas sem distanciamento mínimo e não havia álcool em gel 70% para a higienização pessoal.