Polícia

28 nov 19 | 13h01 Por Jocimar Soares

PM auxilia na abordagem de rapaz, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas

Fato aconteceu no começo da tarde desta quinta-feira, dia 28. Vários relatos de agressões ou perseguições foram verificadas nas redes sociais.

PM auxilia na abordagem de rapaz, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas
Imprimir

A Polícia Militar de Concórdia auxiliou no trabalho de detenção de um homem, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas na área central de Concórdia. A abordagem do mesmo se deu no começo da tarde desta quinta-feira, dia 28, na rua Independência, na área central. O rapaz, identificado pelas iniciais F.D.N, de 34 anos, foi entregue aos cuidados do Centro de Atendimento Psicossocial, o CAPs e posteriormente levado para o Hospital São Francisco.


Várias pessoas afirmaram ter testemunho o rapaz, que seria catador de latinha, agredindo ou perseguindo pessoas pela área central de Concórdia. Essas denuncias chegaram até à Polícia Militar na tarde de quarta-feira, dia 27, através do Programa Rede de Vizinhos.


Conforme a PM, foi entrado em contado com o Centro de Atenção Psicossocial, que por sua vez autorizou a internção do mesmo. A PM recebeu a informação, através dessa mesma rede, de que F.N.D estaria na rua Independência, onde foi abordado.

28 nov 19 | 13h01 Por Jocimar Soares

PM auxilia na abordagem de rapaz, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas

Fato aconteceu no começo da tarde desta quinta-feira, dia 28. Vários relatos de agressões ou perseguições foram verificadas nas redes sociais.

PM auxilia na abordagem de rapaz, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas

A Polícia Militar de Concórdia auxiliou no trabalho de detenção de um homem, com problemas psicológicos, que estaria agredindo pessoas na área central de Concórdia. A abordagem do mesmo se deu no começo da tarde desta quinta-feira, dia 28, na rua Independência, na área central. O rapaz, identificado pelas iniciais F.D.N, de 34 anos, foi entregue aos cuidados do Centro de Atendimento Psicossocial, o CAPs e posteriormente levado para o Hospital São Francisco.


Várias pessoas afirmaram ter testemunho o rapaz, que seria catador de latinha, agredindo ou perseguindo pessoas pela área central de Concórdia. Essas denuncias chegaram até à Polícia Militar na tarde de quarta-feira, dia 27, através do Programa Rede de Vizinhos.


Conforme a PM, foi entrado em contado com o Centro de Atenção Psicossocial, que por sua vez autorizou a internção do mesmo. A PM recebeu a informação, através dessa mesma rede, de que F.N.D estaria na rua Independência, onde foi abordado.