Polícia

11 fev 20 | 16h05 Por André Krüger

MP oferece denúncia contra Cavallieri por tentativa de feminicídio com três qualificadoras

Responsável pelos golpes de faca está recolhido junto ao Presídio Regional de Concórdia.

MP oferece denúncia contra Cavallieri por tentativa de feminicídio com três qualificadoras
Imprimir

O Ministério Público de Santa Catarina, através do Promotor Titular na Primeira Promotoria de Justiça da Comarca de Concórdia, Luiz Otávio Tonial, apresentou denúncia contra Maico Cavallieri e o acusado irá responder pelo crime de tentativa de feminicídio por motivo torpe, crueldade e recurso que dificultou a defesa da vítima. Ele se encontra recolhido no Presídio Regional de Concórdia desde a última sexta-feira, dia 7. A denúncia foi oferecida à Justiça da Comarca de Concórdia.


O crime aconteceu na noite da terça-feira, dia 4, na área central de Concórdia em que o agora acusado abordou e investiu contra a vítima e ex-companheira, Ingra Ohana de Vargas, 29 anos, que ficou ferida por mais de 20 perfurações de arma branca. Ela segue internada em estado considerado grave, porém em evolução clínica.


Ainda de acordo com o MP, outro agravante é o fato do crime ter sido cometido em frente À filha do casal. Além da criança, outras duas mulheres estavam na companhia da vítima, quando ela foi agredida.


O Inquérito Policial foi encerrado na última quinta-feira, dia 6, quando o então suspeito se apresentou para dar depoimento. Ele foi indiciado e teve a prisão preventiva decretada e cumprida na última sexta-feira, dia 7.

11 fev 20 | 16h05 Por André Krüger

MP oferece denúncia contra Cavallieri por tentativa de feminicídio com três qualificadoras

Responsável pelos golpes de faca está recolhido junto ao Presídio Regional de Concórdia.

MP oferece denúncia contra Cavallieri por tentativa de feminicídio com três qualificadoras

O Ministério Público de Santa Catarina, através do Promotor Titular na Primeira Promotoria de Justiça da Comarca de Concórdia, Luiz Otávio Tonial, apresentou denúncia contra Maico Cavallieri e o acusado irá responder pelo crime de tentativa de feminicídio por motivo torpe, crueldade e recurso que dificultou a defesa da vítima. Ele se encontra recolhido no Presídio Regional de Concórdia desde a última sexta-feira, dia 7. A denúncia foi oferecida à Justiça da Comarca de Concórdia.


O crime aconteceu na noite da terça-feira, dia 4, na área central de Concórdia em que o agora acusado abordou e investiu contra a vítima e ex-companheira, Ingra Ohana de Vargas, 29 anos, que ficou ferida por mais de 20 perfurações de arma branca. Ela segue internada em estado considerado grave, porém em evolução clínica.


Ainda de acordo com o MP, outro agravante é o fato do crime ter sido cometido em frente À filha do casal. Além da criança, outras duas mulheres estavam na companhia da vítima, quando ela foi agredida.


O Inquérito Policial foi encerrado na última quinta-feira, dia 6, quando o então suspeito se apresentou para dar depoimento. Ele foi indiciado e teve a prisão preventiva decretada e cumprida na última sexta-feira, dia 7.