Polícia

10 mai 22 | 16h55 Por André Krüger

Idosa perde mais de R$ 10 mil no golpe do cartão em Concórdia

Fato foi registro na noite da segunda-feira, dia 9, na Central de Polícia Civil

Idosa perde mais de R$ 10 mil no golpe do cartão em Concórdia
Imprimir

Uma idosa de 62 anos moradora do bairro dos Industriários foi vítima do golpe do cartão bancário. Ela acabou perdendo a quantia de R$ 10,5 mil. O crime aconteceu na noite de segunda-feira, dia 9, por volta das 19h. Ela recebeu uma ligação onde um homem se identificou como represente do banco da qual a mulher tem conta e pediu se ela estava em Chapecó realizando uma compra no valor de R$ 15 mil reais. A idosa, assustada, imediatamente disse que não e que se encontrava em casa. 


Conforme o relato da Vítima em seu boletim de ocorrência, o referido agente bancário disse que teria que então cancelar o cartão dela, pois ele estava clonado. Acreditando que ser tratava um funcionário da sua agência bancaria a mulher passou seus dados pessoais e a senha do cartão. O homem pediu que ela entregasse o cartão para um funcionário do banco que iria buscar mais tarde em sua residência. 


Conforme a idosa, um rapaz de motocicleta foi até onde ela mora onde ela acabou entregando o cartão. 


Por volta das 21h em conversa com seus familiares, contou o que havia ocorrido e foi neste momento que descobriu o golpe. 


Ela foi verificar o extrato de sua conta e os golpistas já haviam sacado R$ 10.500.00. 


O caso agora será investigado pela Polícia Civil.

10 mai 22 | 16h55 Por André Krüger

Idosa perde mais de R$ 10 mil no golpe do cartão em Concórdia

Fato foi registro na noite da segunda-feira, dia 9, na Central de Polícia Civil

Idosa perde mais de R$ 10 mil no golpe do cartão em Concórdia

Uma idosa de 62 anos moradora do bairro dos Industriários foi vítima do golpe do cartão bancário. Ela acabou perdendo a quantia de R$ 10,5 mil. O crime aconteceu na noite de segunda-feira, dia 9, por volta das 19h. Ela recebeu uma ligação onde um homem se identificou como represente do banco da qual a mulher tem conta e pediu se ela estava em Chapecó realizando uma compra no valor de R$ 15 mil reais. A idosa, assustada, imediatamente disse que não e que se encontrava em casa. 


Conforme o relato da Vítima em seu boletim de ocorrência, o referido agente bancário disse que teria que então cancelar o cartão dela, pois ele estava clonado. Acreditando que ser tratava um funcionário da sua agência bancaria a mulher passou seus dados pessoais e a senha do cartão. O homem pediu que ela entregasse o cartão para um funcionário do banco que iria buscar mais tarde em sua residência. 


Conforme a idosa, um rapaz de motocicleta foi até onde ela mora onde ela acabou entregando o cartão. 


Por volta das 21h em conversa com seus familiares, contou o que havia ocorrido e foi neste momento que descobriu o golpe. 


Ela foi verificar o extrato de sua conta e os golpistas já haviam sacado R$ 10.500.00. 


O caso agora será investigado pela Polícia Civil.