Polícia

14 jan 20 | 8h08 Por Analu Slongo

Homem é morto em confronto com a polícia - OUÇA

Tenente Martins diz que a PM agiu em legítima defesa e para proteger as pessoas que estavam no local

Homem é morto em confronto com a polícia - OUÇA
Escute
Imprimir

Um homem foi morto a tiros em um confronto com a Polícia Militar na noite da segunda-feira, 13 de janeiro. O fato ocorreu em Linha Guarani, no município de Irani. Conforme relato do tenente Martins (ouça o áudio acima), a polícia foi acionada por volta das 21h da segunda-feira, após receber uma denúncia de que o homem de 54 anos estava agredindo a mulher.  A informação repassada à PM é que havia violência doméstica com ameaças, injúrias e disparo de arma de fogo.


Ao chegar à residência, os policiais perceberam que a mulher havia fugido e se abrigado na casa de familiares que moram perto. Conforme o relato do tenente, o homem estava com uma espingarda calibre 16 e recebeu a guarnição a tiros.


O tenente Martins relata que foi tentado conversar com ele para que se rendesse e baixasse a arma, o que não ocorreu. “Além de resistir a atuação da PM, ele desligou as luzes da propriedade e continuou disparando a arma de fogo de forma desordenada, colocando em risco todos que estavam perto”.


A PM de Irani solicitou apoio do pelotão de patrulhamento tático de Concórdia que também tentou conversar com ele, que não se entregou. O homem resistiu à abordagem novamente e atirou contra os policiais. “Não restou alternativa a não ser alvejar o masculino para poder proteger a integridade física dos policiais e dos demais que estavam presentes na ocorrência”, afirma tenente Martins.


O fato será investigado pela Polícia Civil e também instaurado inquérito para averiguação da Polícia Militar. Na casa do homem foram apreendidas outras armas e um facão. 

14 jan 20 | 8h08 Por Analu Slongo

Homem é morto em confronto com a polícia - OUÇA

Tenente Martins diz que a PM agiu em legítima defesa e para proteger as pessoas que estavam no local

Homem é morto em confronto com a polícia - OUÇA

Um homem foi morto a tiros em um confronto com a Polícia Militar na noite da segunda-feira, 13 de janeiro. O fato ocorreu em Linha Guarani, no município de Irani. Conforme relato do tenente Martins (ouça o áudio acima), a polícia foi acionada por volta das 21h da segunda-feira, após receber uma denúncia de que o homem de 54 anos estava agredindo a mulher.  A informação repassada à PM é que havia violência doméstica com ameaças, injúrias e disparo de arma de fogo.


Ao chegar à residência, os policiais perceberam que a mulher havia fugido e se abrigado na casa de familiares que moram perto. Conforme o relato do tenente, o homem estava com uma espingarda calibre 16 e recebeu a guarnição a tiros.


O tenente Martins relata que foi tentado conversar com ele para que se rendesse e baixasse a arma, o que não ocorreu. “Além de resistir a atuação da PM, ele desligou as luzes da propriedade e continuou disparando a arma de fogo de forma desordenada, colocando em risco todos que estavam perto”.


A PM de Irani solicitou apoio do pelotão de patrulhamento tático de Concórdia que também tentou conversar com ele, que não se entregou. O homem resistiu à abordagem novamente e atirou contra os policiais. “Não restou alternativa a não ser alvejar o masculino para poder proteger a integridade física dos policiais e dos demais que estavam presentes na ocorrência”, afirma tenente Martins.


O fato será investigado pela Polícia Civil e também instaurado inquérito para averiguação da Polícia Militar. Na casa do homem foram apreendidas outras armas e um facão.