Polícia

15 out 20 | 9h59 Por Cristiano Mortari

Homem fere companheira e atira em outra pessoa em Seara

Fato aconteceu na manhã desta quinta-feira. Depois de ferir duas pessoas, o autor tirou a própria vida

Homem fere companheira e atira em outra pessoa em Seara
Imprimir

Duas pessoas ficaram feridas por disparos de arma de fogo na Rua José Benetti, no bairro Monte Castelo, próximo à região central de Seara. O fato ocorreu no começo da manhã desta quinta-feira, dia 15. Os Bombeiros conduziram as duas pessoas feridas ao Hospital São Roque e depois elas foram encaminhadas ao Hospital São Francisco de Concórdia. A Polícia Militar esteve no local para levantar informações.


Uma das vítimas foi atingida por dois disparos, sentia muitas dores e foi atendida pelos Bombeiros. Segundo familiares, Maximino Alves dos Santos, 48 anos, teria atirado na companheira, Marli Terezinha Pritsch, e em outro homem, que ainda não teve a identidade divulgada. Na sequência, o autor dos disparos cometeu suicídio.


O motivo do crime, segundo familiares, seria passional. Maximino e Marli tinham se separado há pouco tempo, mas haviam retomado a relação, mesmo morando em casas separadas. Maximino tinha dois filhos.


Fonte: Belos FM

15 out 20 | 9h59 Por Cristiano Mortari

Homem fere companheira e atira em outra pessoa em Seara

Fato aconteceu na manhã desta quinta-feira. Depois de ferir duas pessoas, o autor tirou a própria vida

Homem fere companheira e atira em outra pessoa em Seara

Duas pessoas ficaram feridas por disparos de arma de fogo na Rua José Benetti, no bairro Monte Castelo, próximo à região central de Seara. O fato ocorreu no começo da manhã desta quinta-feira, dia 15. Os Bombeiros conduziram as duas pessoas feridas ao Hospital São Roque e depois elas foram encaminhadas ao Hospital São Francisco de Concórdia. A Polícia Militar esteve no local para levantar informações.


Uma das vítimas foi atingida por dois disparos, sentia muitas dores e foi atendida pelos Bombeiros. Segundo familiares, Maximino Alves dos Santos, 48 anos, teria atirado na companheira, Marli Terezinha Pritsch, e em outro homem, que ainda não teve a identidade divulgada. Na sequência, o autor dos disparos cometeu suicídio.


O motivo do crime, segundo familiares, seria passional. Maximino e Marli tinham se separado há pouco tempo, mas haviam retomado a relação, mesmo morando em casas separadas. Maximino tinha dois filhos.


Fonte: Belos FM