Polícia

08 dez 21 | 8h42 Por Cristiano Mortari

Homem é preso no RS e confessa que matou companheira em Concórdia

Ele também relatou aos policiais que jogou o corpo da mulher em um rio

Homem é preso no RS e confessa que matou companheira em Concórdia
Imprimir

Um homem de 34 anos foi preso na noite de terça-feira, dia 07, próximo a Antônio Prado, RS. Ele foi pego pela Brigada Militar, depois que o setor de inteligência da PM encaminhou informações de que ele estaria naquela região, com um Logan. Ao ser preso, o homem confessou ao delegado que teria matado a ex-companheira em Concórdia e jogado o corpo em um rio, amarrado em uma pedra. A mulher estava desaparecida desde a última quinta-feira, dia 02.

 

De acordo com informações da Polícia, o veículo foi avistado próximo à divisa com Flores da Cunha. Uma guarnição iniciou o acompanhamento com sirenes ligadas, porém, o condutor não obedecia à ordem de parada e trafegou em fuga por quase 18 quilômetros, sentido a Antônio Prado.

 

Os policiais conseguiram fazer a abordagem e identificaram o homem, com base nas informações que o setor de inteligência havia repassado. Ao ser perguntado sobre o paradeiro de sua ex-companheira, ele ficou nervoso. Neste momento o homem tentou nova fuga, desta vez a pé e pela mata, porém foi pego novamente.

 

Já na Delegacia em conversa com o delegado, o homem confessou que matou a companheira e arremessou o corpo em um rio, com uma pedra amarrada ao corpo.


A INVESTIGAÇÃO SEGUE:

O delegado regional, Marcelo Nogueira, informou na manhã desta quarta-feira, dia 08, que a Polícia Civil de Concórdia, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) já está solicitando a prisão preventiva do homem de 34 anos, que confessou ter assassinato a ex-companheira. Policiais civis já estão no RS e devem conduzir o homem até Concórdia assim que a Justiça determinar a prisão preventiva.



08 dez 21 | 8h42 Por Cristiano Mortari

Homem é preso no RS e confessa que matou companheira em Concórdia

Ele também relatou aos policiais que jogou o corpo da mulher em um rio

Homem é preso no RS e confessa que matou companheira em Concórdia

Um homem de 34 anos foi preso na noite de terça-feira, dia 07, próximo a Antônio Prado, RS. Ele foi pego pela Brigada Militar, depois que o setor de inteligência da PM encaminhou informações de que ele estaria naquela região, com um Logan. Ao ser preso, o homem confessou ao delegado que teria matado a ex-companheira em Concórdia e jogado o corpo em um rio, amarrado em uma pedra. A mulher estava desaparecida desde a última quinta-feira, dia 02.

 

De acordo com informações da Polícia, o veículo foi avistado próximo à divisa com Flores da Cunha. Uma guarnição iniciou o acompanhamento com sirenes ligadas, porém, o condutor não obedecia à ordem de parada e trafegou em fuga por quase 18 quilômetros, sentido a Antônio Prado.

 

Os policiais conseguiram fazer a abordagem e identificaram o homem, com base nas informações que o setor de inteligência havia repassado. Ao ser perguntado sobre o paradeiro de sua ex-companheira, ele ficou nervoso. Neste momento o homem tentou nova fuga, desta vez a pé e pela mata, porém foi pego novamente.

 

Já na Delegacia em conversa com o delegado, o homem confessou que matou a companheira e arremessou o corpo em um rio, com uma pedra amarrada ao corpo.


A INVESTIGAÇÃO SEGUE:

O delegado regional, Marcelo Nogueira, informou na manhã desta quarta-feira, dia 08, que a Polícia Civil de Concórdia, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) já está solicitando a prisão preventiva do homem de 34 anos, que confessou ter assassinato a ex-companheira. Policiais civis já estão no RS e devem conduzir o homem até Concórdia assim que a Justiça determinar a prisão preventiva.