Polícia

18 jul 19 | 8h09 Por Jocimar Soares

Corpo de dona de casa, que estava desaparecida em Ouro, é achado nas águas da UHE Machadinho

Um homem suspeito foi detido pela Polícia Civil.

Corpo de dona de casa, que estava desaparecida em Ouro, é achado nas águas da UHE Machadinho
Imprimir

O corpo da dona-de-casa Raquel Morozini, de 23 anos, foi localizado no final da tarde desta quarta-feira, dia 17, no Rio Uruguai, próximo a ponte que liga os municípios de Campos Novos (SC) a Barracão (RS). Ela estava desaparecida desde sábado, dia 13, quando saiu de casa no Parque e Jardim Ouro, em Ouro, e não mais retornou.


O resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros de Capinzal no lago da Usina Hidrelétrica Machadinho, com o acompanhamento de policias civis e militares. O desaparecimento vinha sendo investigado desde domingo, dia 14, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) da Polícia Civil e do Serviço Reservado (P2) da Polícia Militar de Capinzal.


A suspeita é que ela tenha sido assassinada pelo marido de quem estava em processo de separação. Ele foi preso na tarde de segunda-feira, dia 15, por suspeita de tráfico de drogas. Havia um mandado de prisão contra ele expedido pelo Poder Judiciário de Capinzal.


O suspeito acompanhou policiais e bombeiros até o local onde o corpo foi encontrado.


(Fonte: Rádio Capinzal)

18 jul 19 | 8h09 Por Jocimar Soares

Corpo de dona de casa, que estava desaparecida em Ouro, é achado nas águas da UHE Machadinho

Um homem suspeito foi detido pela Polícia Civil.

Corpo de dona de casa, que estava desaparecida em Ouro, é achado nas águas da UHE Machadinho

O corpo da dona-de-casa Raquel Morozini, de 23 anos, foi localizado no final da tarde desta quarta-feira, dia 17, no Rio Uruguai, próximo a ponte que liga os municípios de Campos Novos (SC) a Barracão (RS). Ela estava desaparecida desde sábado, dia 13, quando saiu de casa no Parque e Jardim Ouro, em Ouro, e não mais retornou.


O resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros de Capinzal no lago da Usina Hidrelétrica Machadinho, com o acompanhamento de policias civis e militares. O desaparecimento vinha sendo investigado desde domingo, dia 14, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) da Polícia Civil e do Serviço Reservado (P2) da Polícia Militar de Capinzal.


A suspeita é que ela tenha sido assassinada pelo marido de quem estava em processo de separação. Ele foi preso na tarde de segunda-feira, dia 15, por suspeita de tráfico de drogas. Havia um mandado de prisão contra ele expedido pelo Poder Judiciário de Capinzal.


O suspeito acompanhou policiais e bombeiros até o local onde o corpo foi encontrado.


(Fonte: Rádio Capinzal)