Polícia

15 jan 20 | 11h39 Por Jocimar Soares

Cavalo é encontrado morto com marcas de tiro e caso vai parar na Delegacia em Irani

Fato aconteceu na tarde de terça-feira, dia 14, na comunidade de Aparecida.

Cavalo é encontrado morto com marcas de tiro e caso vai parar na Delegacia em Irani
Imprimir

Uma situação de maus tratos, que resultou na morte de um cavalo, foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Irani. O fato teria ocorrido na tarde da terça-feira, dia 14, na Linha Aparecida. O equino, de aproximadamente 12 anos de idade, foi achado morto com marcas de tiro e cortes provocados por arma branca. O fato foi denunciado pelas redes sociais.


A reportagem da Rádio Aliança manteve contato com o caminhoneiro Valdecir Ferreira, um dos proprietários do animal. Ele explicou que a família mora na cidade e o animal ficava na propriedade da sogra, na Linha Aparecida. "Ontem à tarde, por volta das 17h, quando minha sogra foi tratar encontrou o bicho nesse estado", explica. Ele diz que não há suspeita de quem possa ter cometido isso e os motivos.


Valdecir relata que o animal apresentava uma perfuração de tiro em um dos olhos e outro nas costelas, além de ter vários cortes pelo corpo provocados por arma branca.


O caminhoneiro conta que o animal estava com a família há aproximadamente seis meses. Ele diz que o cavalo foi dado de presente ao seu filho pelo padrinho.

15 jan 20 | 11h39 Por Jocimar Soares

Cavalo é encontrado morto com marcas de tiro e caso vai parar na Delegacia em Irani

Fato aconteceu na tarde de terça-feira, dia 14, na comunidade de Aparecida.

Cavalo é encontrado morto com marcas de tiro e caso vai parar na Delegacia em Irani

Uma situação de maus tratos, que resultou na morte de um cavalo, foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Irani. O fato teria ocorrido na tarde da terça-feira, dia 14, na Linha Aparecida. O equino, de aproximadamente 12 anos de idade, foi achado morto com marcas de tiro e cortes provocados por arma branca. O fato foi denunciado pelas redes sociais.


A reportagem da Rádio Aliança manteve contato com o caminhoneiro Valdecir Ferreira, um dos proprietários do animal. Ele explicou que a família mora na cidade e o animal ficava na propriedade da sogra, na Linha Aparecida. "Ontem à tarde, por volta das 17h, quando minha sogra foi tratar encontrou o bicho nesse estado", explica. Ele diz que não há suspeita de quem possa ter cometido isso e os motivos.


Valdecir relata que o animal apresentava uma perfuração de tiro em um dos olhos e outro nas costelas, além de ter vários cortes pelo corpo provocados por arma branca.


O caminhoneiro conta que o animal estava com a família há aproximadamente seis meses. Ele diz que o cavalo foi dado de presente ao seu filho pelo padrinho.