Polícia

13 jan 22 | 8h06 Por Cristiano Mortari

Acusado de esfaquear jovem no centro de Capinzal vai a júri popular neste mês

O julgamento está marcado para o dia 27. A tentativa de homicídio aconteceu em novembro de 2020

Acusado de esfaquear jovem no centro de Capinzal vai a júri popular neste mês
Imprimir

O Tribunal do Júri da Comarca de Capinzal realiza no dia 27 de janeiro o júri popular de D.F.L. acusado de esfaquear L.V.V.R. no mês de novembro de 2020 no pátio de um estabelecimento no centro da cidade. O acusado responde por tentativa de homicídio por motivo fútil. O julgamento será no plenário da Câmara de Vereadores, com início às 09h. Em razão do cenário da pandemia, o acesso será restrito aos familiares, servidores e a imprensa.

 

Conforme a denúncia do Ministério Público, no dia 07 de novembro de 2020, por volta da 1h30, no pátio de um estabelecimento na Rua Antônio Macarini, o denunciado desferiu golpes de faca contra a vítima que foi socorrida rapidamente e encaminhada ao hospital e conseguiu sobreviver. O autor fugiu em um carro, mas depois de alguns minutos foi preso pela Polícia Militar.

 

A ação do denunciado se deu por motivo fútil, pois momentos antes, a vítima havia defendido algumas meninas que estavam sendo importunadas por ele. O MP destaca ainda que o denunciado agiu mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, porque a discussão anterior já havia terminado e a vítima, totalmente desarmada, não esperada ser golpeada, por mais de uma vez, com uma faca, tendo sido pega de surpresa.


Fonte: Rádio Capinzal


13 jan 22 | 8h06 Por Cristiano Mortari

Acusado de esfaquear jovem no centro de Capinzal vai a júri popular neste mês

O julgamento está marcado para o dia 27. A tentativa de homicídio aconteceu em novembro de 2020

Acusado de esfaquear jovem no centro de Capinzal vai a júri popular neste mês

O Tribunal do Júri da Comarca de Capinzal realiza no dia 27 de janeiro o júri popular de D.F.L. acusado de esfaquear L.V.V.R. no mês de novembro de 2020 no pátio de um estabelecimento no centro da cidade. O acusado responde por tentativa de homicídio por motivo fútil. O julgamento será no plenário da Câmara de Vereadores, com início às 09h. Em razão do cenário da pandemia, o acesso será restrito aos familiares, servidores e a imprensa.

 

Conforme a denúncia do Ministério Público, no dia 07 de novembro de 2020, por volta da 1h30, no pátio de um estabelecimento na Rua Antônio Macarini, o denunciado desferiu golpes de faca contra a vítima que foi socorrida rapidamente e encaminhada ao hospital e conseguiu sobreviver. O autor fugiu em um carro, mas depois de alguns minutos foi preso pela Polícia Militar.

 

A ação do denunciado se deu por motivo fútil, pois momentos antes, a vítima havia defendido algumas meninas que estavam sendo importunadas por ele. O MP destaca ainda que o denunciado agiu mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, porque a discussão anterior já havia terminado e a vítima, totalmente desarmada, não esperada ser golpeada, por mais de uma vez, com uma faca, tendo sido pega de surpresa.


Fonte: Rádio Capinzal