Plantão

10 jan 22 | 9h35 Por Rádio Aliança

Vídeo mostra pessoas "implorando" para que lanchas se afastassem da rocha que desabou em Capitólio

Nas imagens, é possível observar um grupo aos gritos, alertando sobre o perigo

Vídeo mostra pessoas "implorando" para que lanchas se afastassem da rocha que desabou em Capitólio
Imprimir

Vários vídeos já circulam pela internet, mostrando a tragédia que aconteceu no cânion da lagoa das Furnas, em Capitólio, MG, quando uma rocha se desprendeu do paredão de pedras e atingiu quatro lanchas. O fato aconteceu no sábado, dia 08, e matou 10 pessoas. Porém, um dos vídeos, divulgado nas últimas horas, mostra que a tragédia poderia ter menores proporções, ou quem sabe, poderia até ter sido evitada, sem as mortes.


As imagens deste vídeo mostram um grupo de pessoas em uma embarcação mais afastada do paredão de pedras. Os ocupantes gritaram desesperadamente, para que as lanchas que estavam próximas às rochas, se afastassem, já que algumas pedras começaram a cair na água.


No vídeo, é possível observar que as pessoas desta embarcação mais distante, gritam, assobiam e alertam sobre o perigo, por pelo menos um minuto e 20 segundos. "Aquele pedaço vai cair. Tá caindo muita pedra, Sai daí. Oh irmão, puxa pra lá", gritaram as pessoas que viram a rocha se desprendendo.


As 10 pessoas que morreram estavam na mesma lancha. Outras 32 pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região. A Marinha do Brasil e a Polícia Civil estão investigando o caso.


Confira o vídeo abaixo: / Redes sociais

10 jan 22 | 9h35 Por Rádio Aliança

Vídeo mostra pessoas "implorando" para que lanchas se afastassem da rocha que desabou em Capitólio

Nas imagens, é possível observar um grupo aos gritos, alertando sobre o perigo

Vídeo mostra pessoas "implorando" para que lanchas se afastassem da rocha que desabou em Capitólio

Vários vídeos já circulam pela internet, mostrando a tragédia que aconteceu no cânion da lagoa das Furnas, em Capitólio, MG, quando uma rocha se desprendeu do paredão de pedras e atingiu quatro lanchas. O fato aconteceu no sábado, dia 08, e matou 10 pessoas. Porém, um dos vídeos, divulgado nas últimas horas, mostra que a tragédia poderia ter menores proporções, ou quem sabe, poderia até ter sido evitada, sem as mortes.


As imagens deste vídeo mostram um grupo de pessoas em uma embarcação mais afastada do paredão de pedras. Os ocupantes gritaram desesperadamente, para que as lanchas que estavam próximas às rochas, se afastassem, já que algumas pedras começaram a cair na água.


No vídeo, é possível observar que as pessoas desta embarcação mais distante, gritam, assobiam e alertam sobre o perigo, por pelo menos um minuto e 20 segundos. "Aquele pedaço vai cair. Tá caindo muita pedra, Sai daí. Oh irmão, puxa pra lá", gritaram as pessoas que viram a rocha se desprendendo.


As 10 pessoas que morreram estavam na mesma lancha. Outras 32 pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região. A Marinha do Brasil e a Polícia Civil estão investigando o caso.


Confira o vídeo abaixo: / Redes sociais