Plantão

10 jan 21 | 13h27 Por Cristiano Mortari / Jocimar Soares

Piloto de avião que pousou em plantação de milho em Concórdia diz que aeronave apresentou problemas

Ele conta que o motor parou e ele precisou pousar fora do Aeroporto. Também registrou que está bem

Piloto de avião que pousou em plantação de milho em Concórdia diz que aeronave apresentou problemas
Imprimir

O piloto do avião de pequeno porte que pousou em uma plantação de milho na manhã de domingo, dia 10, em Concórdia, relatou ao Jornalismo da Rádio Aliança que precisou fazer o pouso forçado em função de um problema no motor da aeronave. O fato aconteceu e Linha São Paulo, por volta de 11h.


Ele explicou que o motor do avião parou e ele foi obrigado a descer, pousando a aeronave antes de chegar no Aeroporto Municipal. Também destacou que pousou em meio a plantação de milho, por ser um lugar que não oferecia risco a ninguém, pois não havia nenhuma residência ou galpão no local.


O piloto é um empresário de Concórdia e preferiu não se identificar, mas aceitou explicar o que aconteceu. Ele também relatou à Aliança que está bem e que já está em casa.

10 jan 21 | 13h27 Por Cristiano Mortari / Jocimar Soares

Piloto de avião que pousou em plantação de milho em Concórdia diz que aeronave apresentou problemas

Ele conta que o motor parou e ele precisou pousar fora do Aeroporto. Também registrou que está bem

Piloto de avião que pousou em plantação de milho em Concórdia diz que aeronave apresentou problemas

O piloto do avião de pequeno porte que pousou em uma plantação de milho na manhã de domingo, dia 10, em Concórdia, relatou ao Jornalismo da Rádio Aliança que precisou fazer o pouso forçado em função de um problema no motor da aeronave. O fato aconteceu e Linha São Paulo, por volta de 11h.


Ele explicou que o motor do avião parou e ele foi obrigado a descer, pousando a aeronave antes de chegar no Aeroporto Municipal. Também destacou que pousou em meio a plantação de milho, por ser um lugar que não oferecia risco a ninguém, pois não havia nenhuma residência ou galpão no local.


O piloto é um empresário de Concórdia e preferiu não se identificar, mas aceitou explicar o que aconteceu. Ele também relatou à Aliança que está bem e que já está em casa.